Após empate heróico, Renato espera apoio da torcida gremista

Técnico e cartola querem ver a avalance tricolorno Olímpico

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 5 (AFI) - Depois de ver o Grêmio empatar por 2 a 2 com o Botafogo, no último sábado à noite, no Rio de Janeiro, em um jogo em que o time chegou a estar perdendo por 2 a 0, o técnico Renato Gaúcho espera contar com forte apoio da torcida na partida da próxima quarta-feira, no Olímpico, pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

"O próximo jogo é dentro de casa. Lá, vamos ter a força da nossa torcida, lotando o nosso estádio", acredita o treinador, que destacou o poder de reação do Grêmio diante dos botafoguenses, após de um início de jogo ruim da equipe.

"Entramos muito mal na partida, a equipe começou aérea. De repente, quando nos ligamos já estava 2 a 0. No segundo tempo, procuramos acertar as coisas. No intervalo, conversei com os jogadores e a equipe entrou melhor, mais determinada", disse o treinador, lembrando que o empate foi fundamental na luta do Grêmio para se afastar das últimas posições do Brasileirão. "Não é fácil enfrentar o Botafogo. A equipe lutou, buscou. Foi um ponto importantíssimo".

Cartola faz mesmo discurso
O presidente do Grêmio, Duda Kroeff, também enalteceu a importância que o resultado teve para o time e também cobrou apoio do torcedor na próxima quarta.

"Esse empate não foi fácil, mas é importante. Nem foi uma partida muito técnica, mas com cara de Grêmio, com raça. O torcedor tem que ir na quarta-feira e buscar os três pontos junto. Eu estou satisfeito com um ponto, não são os três, mas muito satisfeito pela forma com que foi conquistado. Buscamos os dois gols no segundo tempo", enfatizou.

Elogios ao técnico
O dirigente elogiou Renato Gaúcho por ter optado por mexer na equipe do Grêmio logo no primeiro tempo, quando o time já perdia por 2 a 0. "O treinador imagina uma coisa, às vezes não dá certo por algum motivo, mas o importante foi que ele teve ousadia, coragem de mudar no início. Poucos fazem isso e, melhorou", analisou.

Já ao comentar sobre a posição delicada do Grêmio no Brasileirão, Kroeff adotou um discurso tranquilizador. "Já estamos fora da zona (de rebaixamento). Se ganharmos quarta continuaremos fora. Devemos nos preocupar com os outros jogos".