Novo presidente do Goiás paga salários atrasados antes de "decisão"

Os jogadores esmeraldinos receberam um incentivo extra para a partida contra o Coritiba

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 05 (AFI) - Os jogadores do Goiás receberam um incentivo a mais para a "final" desta quarta-feira, contra o Coritiba, no Estádio Couto Pereira, pela 28ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Nesta terça-feira, acompanhado do vice-presidente Harlei Menezes, do executivo de futebol Marcelo Segurado e do supervisor de futebol Paulo Egídio, o presidente Paulo Rogério Pinheiro se reuniu com o elenco e disse que os salários seriam pagos nas próximas horas.

Presidente do Goiás se reúne com elenco (Foto: Rosiron Rodrigues)
Presidente do Goiás se reúne com elenco (Foto: Rosiron Rodrigues)
Jogadores e funcionários estavam sem receber os salários de novembro e parte do 13º de 2020. Assim que assumiu a presidência no dia 30 de dezembro, Paulo Rogério Pinheiro deixou claro que a prioridade era pagar o que estava pendente.

O TIME!
Para a importante partida desta quarta-feira, os técnicos Augusto César e Gláuber Ramos não poderão contar com o experiente atacante Fernandão, que recebeu o terceiro cartão amarelo na vitória sobre o Sport, por 1 a 0. Vinícius Lopes será o substituto.

Nesta terça-feira, o Goiás comunicou que o lateral-direito Taylon testou positivo para a Covid-19 e já iniciou o processo de isolamento. O prata da casa, porém, não vinha sendo muito aproveitado e por isso não será será necessário fazer mudanças.

O provável Goiás é: Tadeu; David Duarte, Fábio Sanches e Heron; Shaylon, Ariel Cabral, Breno, Douglas Baggio e Jefferson; Rafael Moura e Vinícius Lopes.