Técnico do Goiás esquece sonho e mira permanência: 'Fui contratado para isso'

"Devido aos resultados no início do segundo turno, chegamos a sonhar com algo a mais, mas voltamos à nossa realidade", disse Ney Franco

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 17 (AFI) - Depois de sonhar com uma vaga na Copa Libertadores, o Goiás voltou à realidade, principalmente com a derrota para o Santos por 3 a 0, e agora busca uma pontuação que elimine as chances de rebaixamento. Nesta segunda-feira, às 19h30, encara o Vasco em São Januário, pela 33.ª rodada do Campeonato Brasileiro, visando uma vitória após dois jogos.

"VOLTAMOS À REALIDADE"

O próprio técnico Ney Franco admitiu o reajuste no objetivo, afirmando que buscará chegar a 45 pontos diante da equipe carioca. O time está dentro da zona de classificação à Sul-Americana com 42 pontos, apenas um a menos do que o Vasco.

“Ainda temos seis jogos para chegarmos a 45 pontos e vamos buscar isso já diante do Vasco. Devido aos resultados no início do segundo turno, chegamos a sonhar com algo a mais, mas voltamos à nossa realidade de não permitir que a equipe seja rebaixada. Fui contratado para isso”, lembrou.

Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás
Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás

PROBLEMAS NA ESCALAÇÃO

Para alcançar o objetivo, o treinador precisará resolver alguns problemas na escalação.

O volante Yago Felipe sofreu uma luxação no ombro esquerdo e está fora, assim como o lateral-direito Yago Rocha, também no departamento médico, e o atacante Michael, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Kevin e Breno disputam por uma vaga na lateral e Thalles deve ser recuado para o meio-campo. Rafinha ou Kaio formará trio de ataque com Leandro Barcia e Rafael Moura, que retorna de suspensão.

RETROSPECTO RUIM

Além da derrota para o Santos na última rodada, o Goiás já havia perdido para o Atlético-MG por 2 a 0, no Mineirão. A última vitória foi diante do Avaí, por 2 a 0, no Serra Dourada. Já o último triunfo fora de casa aconteceu na 23.ª rodada, quando bateu o Ceará por 1 a 0 no Castelão.