Goiás garante treinador pelo menos até 2º jogo da final do Goiano

Maurício Barbieri foi cobrado pela diretoria esmeraldina por conta da queda de rendimento do Verdão

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 16 (AFI) - Maurício Barbieri continua como treinador do Goiás. Pelo menos até o segundo jogo da final do Campeonato Goiano. A decisão foi tomada em reunião realizada na noite da última segunda-feira.

Logo depois da goleada sofrida para o Atlético-GO, por 3 a 0, no último domingo, o presidente Marcelo Almeida disse que o trabalho de Maurício Barbieri seria analisado pela diretoria.

Na reunião, o treinador recebeu mais um voto de confiança, mas os dirigentes deixaram claro a insatisfação com o futebol apresentado no primeiro jogo da final do estadual e também a queda de rendimento do time nas últimas semanas.

O presidente Marcelo Almeida (à direita) bancou a permanência de Maurício Barbieri (Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás)
O presidente Marcelo Almeida (à direita) bancou a permanência de Maurício Barbieri (Foto: Rosiron Rodrigues/Goiás)
FICA PARA O BRASILEIRO?

A permanência de Barbieri para o Campeonato Brasileiro se passa por uma boa exibição no duelo do próximo domingo, no Estádio Olímpico Pedro Ludovico. A diretoria nem exige o título, mas espera pelo menos uma vitória diante do rival.

Diante apenas de torcedores esmeraldinos - o mando de campo do 2º jogo é do Goiás -, o Verdão precisa vencer por pelo menos quatro gols de vantagem para ser campeão, enquanto vitória por três de diferença leva a decisão para os pênaltis.

OS NÚMEROS
Ex-treinador de Red Bull Brasil, Guarani, Desportivo Brasil e Flamengo, Maurício Barbieri chegou ao Goiás no início de dezembro do ano passado depois de Ney Franco não renovar o vínculo mesmo após o acesso à elite do Campeonato Brasileiro.

Sob o comando de Maurício Barbieri, o Goiás teve 13 vitórias, 2 empates e 3 derrotas. Finalista do Campeonato Goiano, o Verdão foi eliminado precocemente na segunda fase da Copa do Brasil ao cair para o CRB, nos pênaltis.