GOIANO: Debaixo de muita chuva, Goiás vence Aparecidense e se sagra campeão

A partida deste domingo ficou paralisada por 47 minutos devido as condições do gramado

por Agência Futebol Interior

Goiânia, GO, 08 (AFI) - Nem mesmo a forte chuva que caiu durante toda a tarde em Goiânia conseguiu atrapalhar a festa dos quase 20 mil esmeraldinos presentes no Serra Dourada neste domingo. O Goiás venceu a Aparecidense, por 3 a 1, e se sagrou tetracampeão goiano. A partida ficou paralisada por 47 minutos devido as condições do gramado.

Na partida de ida, que também aconteceu debaixo de muita chuva, os dois times ficaram no empate sem gols. Assim, quem vencesse neste domingo conquistaria o título. Maior campeão estadual - 28 -, o Goiás estragou o sonho da Aparecidense de soltar pela primeira vez ao longo da sua história o grito de "campeão".

O JOGO
O Goiás não perdeu tempo e abriu o placar logo no primeiro minuto. Carlos Eduardo fez grande jogada individual e cruzou para Breno cabecear no cantinho de Busatto. A partida foi paralisada aos 12 por conta da forte chuva e voltou depois de 47 minutos. Na sequência, Mirita tentou fazer o corte e só não marcou gol contra porque a bola explodiu o travessão.

Jogadores do Goiás comemoram um dos três gols marcados diante da Aparecidense na final deste domingo
Jogadores do Goiás comemoram um dos três gols marcados diante da Aparecidense na final deste domingo
A Aparecidense respondeu em chute de Gilvan, que exigiu grande defesa de Marcelo Rangel. No finalzinho do primeiro tempo, jogadores dos dois times acabaram se estranhando. Aos 43, Washington viu Marcelo Rangel adiantado e tentou do meio-campo, mas a bola saiu por cima do travessão.

A situação da Aparecidense ficou ainda mais complicada no começo do segundo tempo, quando Uéderson recebeu o segundo cartão amarelo e foi expulso. Na sequência, Maranhão recebeu de Caíque Sá e bateu por cima do gol. A pá de cal veio aos 32 minutos, quando Tiago Luis completou de carrinho cruzamento de Júnior Viçosa.

No lance do gol, Busatto reclamou da arbitragem e acabou sendo expulso, deixando a Aparecidense com dois homens a menos. Assim, o atacante Nonato precisou ser substituído pelo goleiro Pedro Henrique. Aos 41, Alex Henrique foi derrubado por Madison dentro da área e o árbitro assinalou pênalti, convertido pelo próprio meia.

Precisando do empate para levar a decisão para os pênaltis, a Aparecidense se lançou ao ataque e deu espaço para o contra-ataque do Goiás, que ainda fez o terceiro com Júnior Viçosa aos 49 minutos, aproveitando rebote de Pedro Henrique.

Ficha Técnica

Fase
Final
Rodada
2ª rodada
Data
08/04/2018
Horário
16h00
Local
Serra Dourada - Goiânia (GO)
Árbitro
Eduardo Tomaz

Renda
R$ 404.285,00
Assistentes
Fabrício Vilarinho e Leone Carvalho

Público
19.880 pagantes
Cartões Amarelos
Goiás: Rafinha, Madison, Júnior Viçosa, Tiago Luis, Giovanni, Léo Sena, Caíque Sá
Aparecidense: Uéderson, Thiago Carvalho, Tiago Ulisses, Nonato

Cartões Vermelhos
Aparecidense: Uéderson, Busatto
Gols
Goiás: Breno 1' 1T, Tiago Luis 32' 2T, Júnior Viçosa 49' 2T
Aparecidense: Alex Henrique 42' 2T
Goiás
Marcelo Rangel;
Caíque Sá, David Duarte, Eduardo Brock e Breno;
Léo Sena, Giovanni (Tiago Luis depois Pedro Bambu) e Madison;
Maranhão (Rafinha), Júnior Viçosa e Carlos Eduardo.
Técnico: Hélio dos Anjos.
Aparecidense
Busatto;
Rafael Cruz, Mirita, Thiago Carvalho e Gleidson;
Tiago Ulisses, Araújo (Gilvan), Washington e Alex Henrique;
Uéderson e Nonato (Pedro Henrique).
Técnico: Márcio Goiano.