Luto! COVID-19 mata ex-vice-presidente da CBF, eleito Prefeito de Goiânia

Ex-presidente da CBF será enterrado em Jataí, no interior goiano, sua cidade natal

por Agência Futebol Interior

São Paulo, SP, 13 (AFI) – Morreu na madrugada desta quarta-feira, em São Paulo, o ex-vice-presidente da CBF, Maguito Vilela, que havia sido eleito Prefeito de Goiânia-GO nas últimas eleições em 2020.

Apesar de uma vitoriosa carreira política, onde chegou a ser Senador e Governador de Goiás, Maguito Vilela, que faria 72 anos no próximo dia 24 de janeiro, tinha ligação estreita com o futebol tendo sido dirigente do Jataiense, no interior goiano, e do Vila Nova, além de ter tentado ser jogador profissional.

Na gestão de Marco Pollo Del Nero, Maguito foi um dos vice-presidentes da CBF. Também era presidente de honra da Aparecidense-GO, equipe que fez boa campanha na última Série D do Campeonato Brasileiro.

Maguito Vilela ao lado de Marco Polo Del Nero. (Foto: Rafael Ribeiro / CBF)
Maguito Vilela ao lado de Marco Polo Del Nero. (Foto: Rafael Ribeiro / CBF)

O Vila Nova já prestou homenagens ao ex-governador em suas mídias sociais, ressaltando o empenho de Maguito Vilela na defesa dos clubes de Goiás.

APELIDO MAGUITO VEIO DO FUTEBOL
Antes de entrar para a política, Maguito era atacante e atuou em várias equipes amadoras de Goiás, chegando a jogar nas categorias de base do Atlético Goianiense, tendo feito algumas partidas na equipe principal no final dos anos 1960.

Batizado Luiz Alberto, Maguito era alto e magro e passou a ter o apelido de “Magrito” entre os colegas de futebol. Na sequência, o apelido foi transformado em “Maguito”, tendo se incorporado ao nome em sua vida pública.

Advogado de formação, Maguito Vilela, como Deputado Federal, atuou na CPI do Futebol no início dos anos 2000 e foi um crítico de Ricardo Teixeira, então presidente da entidade.

Maguito Vilela estava internado há cerca de cinco meses no Hospital Albert Einstein, em São Paulo, tentando recuperar-se da infecção do novo coronavírus e acabou falecendo na madrugada desta quarta-feira. Curiosamente, no segundo semestre de 2020, duas irmãs de Maguito também morreram vitimadas pelo COVID-19.

O ex-presidente da CBF será enterrado em Jataí, no interior goiano, sua cidade natal.