COPA DA LIGA: Com Neymar decisivo, PSG supera Reims e vai à final

O adversário da decisão no dia 4 de abril será o Lyon, que eliminou o Lille na terça-feira

por Agência Estado

Campinas, SP, 22 - O Paris Saint-Germain está na final da Copa da Liga Francesa. Com participação de Neymar nos três gols, o PSG superou o Reims por 3 a 0, no estádio Auguste Delaune, nesta quarta-feira, e vai brigar para conquistar o nono título na última edição da história da competição. O adversário da decisão no dia 4 de abril será o Lyon, que eliminou o Lille na terça-feira.

Calejado por dois resultados negativos em sequência contra o Reims, o técnico Thomas Tuchel colocou em campo praticamente força máxima.

O rival havia superado o PSG por 3 a 1, em 31 de maio de 2019, pela última rodada do Campeonato Francês da temporada passada, e, na atual, em 25 de setembro, por 2 a 0, no Parque dos Príncipes.

GOL LOGO NO COMEÇO

A aposta do treinador alemão em uma equipe com os principais jogadores deu resultado com apenas nove minutos. Neymar cobrou escanteio da direita, o goleiro Predrag Rajkovic ficou indeciso ao sair do gol e Marquinhos subiu muito para tocar de cabeça e abrir o placar.

Após fazer 1 a 0, o PSG continuou dominando o jogo, sempre levando perigo ao Reims. O segundo saiu novamente em uma jogada de bola parada. Outra vez Neymar, agora em uma cobrança de falta pelo lado esquerdo, colocou na área. A bola desviou em Romao e ainda tocou em Konan antes de entrar. O árbitro Mikael Lesage assinalou gol contra do lateral-esquerdo.

ETAPA FINAL MOVIMENTADA

No segundo tempo, o Reims equilibrou o jogo, mas, quando estava até um pouco melhor em campo do que o PSG, ficou com um jogador a menos. Aos 28 minutos, Munetsi cometeu falta em Verratti e recebeu o cartão vermelho direto.

O terceiro gol do PSG saiu pouco depois, aos 32 minutos, e novamente com participação de Neymar. Em jogada ensaiada, o brasileiro cobrou escanteio na entrada da área para Paredes finalizar. Rajkovic largou e Tanguy Kouassi empurrou para o gol. A camisa do zagueiro de apenas 17 anos não tinha sequer o seu nome às costas.

Kouassi havia entrado poucos minutos antes no lugar de Marquinhos. O brasileiro foi substituído por causa de um problema muscular e se tornou motivo de preocupação para o jogo com o Borussia Dortmund, dia 18 de fevereiro, na Alemanha, pela ida das oitavas de final da Liga dos Campeões.