Lyon contrata técnico francês Rudi Garcia para substituir Sylvinho

Rudi Garcia, de 55 anos, assinou contrato de dois anos com o Lyon, que segue em má fase no Campeonato Francês.

por Agência Estado

Campinas, SP, 14 - Uma semana depois de demitir o técnico Sylvinho, o Lyon anunciou nesta segunda-feira a contratação do francês Rudi Garcia. O clube da cidade francesa chegou a tentar acertar com José Mourinho, mas o português recusou a proposta.

NOVO COMANDANTE

Rudi Garcia, de 55 anos, assinou contrato de dois anos com o Lyon, que segue em má fase no Campeonato Francês. Ocupa no momento a 14ª colocação da tabela, mas ainda não perdeu em seu grupo na Liga dos Campeões.

Antes de chegar ao Lyon, Garcia atuou como treinador do Olympique de Marselha nas últimas três temporadas. Seu melhor resultado foi o vice-campeonato da Liga Europa na edição 2017-2018 da competição continental.

Ele também comandou Saint-Étienne, Dijon, Le Mans e Lille, pelo qual obteve suas maiores conquistas: o título do Campeonato Francês e da Copa da França, ambos em 2010-2011. Além disso, foi treinador da Roma, entre 2013 e 2016.

EM BUSCA DE MELHORIAS

Antes de chegar ao Lyon, Garcia atuou como treinador do Olympique de Marselha nas últimas três temporadas. (Foto: Divulgação / Lyon)
Antes de chegar ao Lyon, Garcia atuou como treinador do Olympique de Marselha nas últimas três temporadas. (Foto: Divulgação / Lyon)

No Lyon, Garcia vai atuar sob o comando de Juninho Pernambucano, diretor esportivo do clube francês.

O novo treinador vai substituir Sylvinho, demitido na semana passada após uma breve passagem como técnico da equipe.

Foram apenas 11 jogos no comando do time. Ele não resistiu ao pior início de campanha da equipe no Campeonato Francês em 24 anos.

CAMPANHA

Com nove pontos em nove partidas disputadas, o time repete o mesmo desempenho amargado pelo clube no começo de sua trajetória na edição 1995/1996 da competição nacional, quando fechou a nona rodada na 11ª posição. Com a mesma pontuação agora em 2019, a equipe ocupa a 14ª colocação do torneio.

DESEMPENHO RUIM

A demissão de Sylvinho ocorreu um dia depois de o Lyon ter sido superado por 1 a 0 pelo Saint-Étienne, fora de casa. Havia sido a quarta derrota do brasileiro à frente do clube, pelo qual ele também acumulou três vitórias e quatro empates.