Fortaleza ignora mau momento do Corinthians em busca de série invicta fora de casa

A última derrota do clube cearense fora de casa foi em 13 de outubro, por 1 a 0, diante do Vasco, no estádio São Januário.

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 05 (AFI) - Para se manter distante da zona de rebaixamento e assegurar uma vaga na Copa Sul-Americana, o Fortaleza entra em campo buscando o terceiro jogo invicto fora de casa. Nesta quarta-feira, às 19h30, visita o Corinthians pela 31.ª rodada do Campeonato Brasileiro.

ATENÇÃO MÁXIMA

Mesmo com o mau momento do adversário, que não vence há oito partidas, o técnico Rogério Ceni afirmou que isso não influenciará no duelo.

“Será um jogo muito difícil como sempre é atuar no estádio do Corinthians. Não acredito que seja possível (tirar proveito da má fase do time alvinegro). Eles jogam da mesma maneira e quando vieram aqui nos venceram. É muito complicado para qualquer equipe que vai jogar lá e com o Fortaleza não será diferente”, analisou.

SEQUÊNCIA POSITIVA FORA DE CASA

A última derrota do clube cearense fora de casa foi em 13 de outubro, por 1 a 0, diante do Vasco, no estádio São Januário.

Depois empatou por 1 a 1 com o Cruzeiro, no Mineirão, e venceu o Avaí por 3 a 1, na Ressacada.

O Fortaleza está na 12ª colocação com 36 pontos, cinco a mais do que o Fluminense, que abre o Z-4 em 17º lugar.

MISTÉRIO

Ceni finalizou a preparação para o confronto na terça-feira e adotou tom de mistério, fechando o treino para a imprensa. O atacante André Luís será desfalque certo, pois pertence ao Corinthians.

Por outro lado, o treinador terá o retorno do meia Edinho, que também não jogou no empate por 2 a 2 diante do Atlético Mineiro por cláusulas contratuais.

Mesmo com a sequência de jogos, Rogério já afirmou várias vezes que não tem condição de poupar jogadores e deve manter o esquema com quatro atacantes. Assim o setor deve ser formado por Romarinho, Felipe Pires, Osvaldo e Wellington Paulista.

ESCALAÇÃO

Felipe Alves; Gabriel Dias, Quintero, Jackson e Carlinhos; Felipe, Juninho; Romarinho, Felipe Pires, Osvaldo e Wellington Paulista. Técnico: Rogério Ceni.