Sem vencer há três jogos, Fortaleza liga sinal amarelo e promete descontar no CSA

Wellington Paulista lembra que vai ser o típico 'jogo de seis pontos' porque os dois tentam se firmar no Brasileirão

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 6 (AFI) – A derrota do Fortaleza no Clássico-Rei para o seu maior rival, o Ceará, e a sequência de três jogos sem vitória no Campeonato Brasileiro ligou o sinal amarelo pelos lados do Pici. A necessidade de vencer o CSA na próxima segunda-feira, no estádio Rei Pelé em Maceió (AL) pela 14.ª rodada acabou sendo o tema do reencontro da comissão técnica com os jogadores, nesta tarde, no CT Ribamar Bezerra.

“É um jogo de seis pontos, porque nós viemos da Série B e queremos lutar para permanecer na elite em 2020” – comentou o atacante Wellington Paulista que marcou os dois gols na vitória sobre o Avaí, na 10.ª rodada, no Castelão, no último triunfo do Tricolor. O grupo também precisa levantar a cabeça, porque o moral ficou abalado após o tropeço diante dos alvinegros cearenses.
Wellington Paulista: confiança na recuperação
Wellington Paulista: confiança na recuperação

REAÇÃO E RESULTADOS
Depois o time mostrou força de recuperação ao empatar por 2 a 2 com o Atlético-MG, na Arena Independência, depois de perder o primeiro tempo por 2 a 0.

O time voltou a cometer erros na marcação na derrota, em casa, por 3 a 1, para o Fortaleza.

E no final de semana, aconteceu a derrota para o Ceará, por 2 a 1, que deixou o Fortaleza com 14 pontos, ocupando a incômoda 14.ª posição.

Os jogadores se apresentaram nesta tarde depois de dois dias de folga. Mesmo porque a semana vai ser mais tranquila e com a promessa do técnico Rogério Ceni de muito trabalho. Ele quer o time todo defendendo e atacando, errando menos na marcação e sendo mais eficiente nas finalizações.

MAIOR ADAPTAÇÃO
Acima são considerações que o técnico deixou transparecer na avaliação que fez do meia argentino Mariano Vázquez, que estreou no clássico. Só atuou por 28 minutos, porém, deixou boa impressão. Mas Rogério Ceni quer mais:

“Ele é talentoso, tem muita habilidade, porém, precisa melhorar na parte tática. Ele ainda não está adaptado ao nosso esquema e ao nosso estilo de jogo, onde é preciso jogar com e sem a bola nos pés” – avaliou o técnico.

Jogadores prometem reação para a torcida Tricolor
Jogadores prometem reação para a torcida Tricolor

UMA MUDANÇA
Não se sabe ainda da intenção de Ceni de promover mudanças no time, mas uma baixa é certa: o lateral-esquerdo Carlinhos recebeu o terceiro cartão amarelo e vai ter que cumprir suspensão automática.

O mais provável é a entrada de Bruno Melo, que está no clube há três anos e foi importante nos dois acessos seguidos do clube da Série C para a Série A.

Melo pode sentir falta de ritmo de jogo, afinal só atuou uma vez em 13 jogos. Aconteceu na derrota por 2 a 0 para o Flamengo, na sétima rodada que foi disputada três dias após a conquista da Copa do Nordeste em cima do Botafogo-PB.