Artilheiro da Copa do Nordeste, Júnior Santos assina com clube japonês

Os clubes estavam negociando desde a semana passada o acordo assinado nesta quarta-feira

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 26(AFI) – Júnior Santos não é mais jogador do Fortaleza para a sequência do Campeonato Brasileiro. O atacante assinou oficialmente com o Kashiwa Reysol nesta quarta-feira e já empacotou as malas para a viagem ao Japão, sua nova casa. O clube cearense detinha 50% dos direitos econômicos do atleta, mas não divulgou os valores da negociação.

Com 24 anos, Júnior Santos é uma rara exceção de jogadores profissionais que não foi revelado pelas categorias de base.

Em 2017 o atacante foi descoberto pelo empresário Edivaldo Ferraz defendendo o modesto Osvaldo Cruz que disputava o Campeonato Paulista da Segunda Divisão.

"Quando eu o vi jogar pelo Osvaldo Cruz logo percebi que se tratava de um diamante bruto e que precisava ser moldado.

Isso aconteceu em suas passagens pelo Ituano e depois pela Ponte Preta, dois clubes de ótima estrutura, tanto dentro como fora de campo" - explicou Ferraz.

ITUANO E PONTE
Foi Ferraz que o colocou no Ituano na temporada seguinte, onde marcou quatro gols e deu seis assistências. No segundo semestre, Ferraz o colocou na Ponte Preta, onde o jogador deslanchou e marcou mais oito gols.

Artilheiro da Copa do Nordeste, Júnior Santos assina com o Kashiwa Reysol
Artilheiro da Copa do Nordeste, Júnior Santos assina com o Kashiwa Reysol

MUITOS GOLS
Entre Série B e Copa do Brasil, Júnior Santos fez 38 jogos com a camisa da Ponte Preta, sendo 32 como titular, e marcou nove gols. A Ponte Preta tinha a opção de compra de 50% do passe por R$ 1,5 milhão. Mas não pode exercer esta opção por não ter recursos financeiros na ocasião.

Seu desempenho em Campinas fez chamar a atenção do técnico Rogério Ceni, que buscava um substituto para Gustavo – que retornava de empréstimo ao Corinthians. O atacante foi para o Ceará e conquistou o título da Copa do Nordeste como artilheiro da competição, com oito bolas na rede. Dividiu a honraria com Gilberto, do Bahia.

MUITOS BRASILEIROS
A ascensão meteórica do atacante, que saiu da segunda divisão paulista para atuar na Série A do Brasileiro, ganha um novo capítulo nesta quarta-feira ao assinar o contrato com o Kashiwa Reysol.

Nelsinho Batista: muito respeitado no Japão
Nelsinho Batista: muito respeitado no Japão

O clube disputa a segunda divisão do Campeonato Japonês, a J-League 2, e atualmente conta com quatro brasileiros no elenco: o volante Richarlison, ex-Ceará, o meia Matheus Sávio e os atacantes Cristiano, ex-Juventude, e Gabriel, ex-Sport.

TÉCNICO RESPEITADÍSSIMO
Kashiwa Reysol é time dirigido pelo técnico brasileiro Nelsinho Batista. Ele é o técnico mais longevo no futebol japonês, com 15 anos, em suas três passagens.

É um clube tradicional no Japão e foi campeão nacional em 2011, mas acabou rebaixado no ano passado e agora promete brigar pelo acesso. Recentemente investiu na contratação de Matheus Sávio, que estava no CSA de Maceió (AL), mas pertencia ao Flamengo.