Série B: Rogério Ceni detona gramado do Castelão e cogita mandar jogos no PV

O treinador do Fortaleza chegou a afirmar que as condições do gramado nao condiziam com futebol profissional

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 07 (AFI) – Apesar da boa fase do Fortaleza, que bateu o Coritiba por 2 a 1 no último sábado e conquistou o título simbólico do primeiro turno da Série B, o técnico Rogério Ceni não poupou criticas ao gramado do Castelão.

O treinador chegou a afirmar que as condições do gramado não condiziam com o futebol profissional e que pretende solicitar uma mudança para outro estádio nas próximas partidas, possivelmente o Presidente Vargas.

“É lamentável o estado do gramado. Isso aqui é um patrimônio histórico, um cartão posta da cidade. Eu pensei que aqui fosse para jogar futebol profissional, não amador, favores políticos, locação, para empresas”, disse o treinador.

“Nunca imaginei que o gramado fosse estar nessas condições. Isso é uma casa de espetáculo, o gramado tem que estar impecável. Se não for pra ter um bom gramado aqui, vamos mandar jogo no PV”, concluiu.

A RESPOSTA
Em resposta às declarações de Ceni, a concessionária do Castelão, LuArenas/BMW, divulgou uma nota de esclarecimento afirmando que as condições climáticas prejudicaram as condições do gramado nos últimos dias.

“O sombreamento que nesse período do ano afeta a área norte, principalmente o gol, faz com que o gramado sofra bastante, tendo inclusive nesse período, o que não é normal ocorrido chuvas que aumenta a necessidade de sol sobre o gramado como um todo. Com a diminuição do sombreamento gradativo, e com os cuidados e manutenção que dedicamos ao mesmo, e as medidas emergenciais que tomamos, como recomposição e replantio da área, ocorrerá a recuperação das áreas danificadas”, explicou a concessionária.

O Fortaleza afirmou que vai dar uma nova chance à concessionária e mantém o jogo do dia 18 de agosto, contra o Boa Esporte, para o Castelão. No entanto, se as condições não estiverem melhores até lá, o clube vai mesmo procurar outras alternativas.

 
 
" />