Série B: Ceni lamenta falta de opções, mas aguarda reforços no Fortaleza

Nas últimas semanas, o Tricolor negociou Edinho e perdeu Gustavo e Marcinho por contusão

por Agência Futebol Interior

Fortaleza, CE, 10 (AFI) - A derrota para a Ponte Preta, por 2 a 0, no último domingo, em Campinas, deixou claro a falta de opções do técnico Rogério Ceni para montar sistema ofensivo do Fortaleza. Por isso, a diretoria tricolor está no mercado em busca de reforços para a sequência da Série B do Campeonato Brasileiro.

Nas últimas semanas, Rogério Ceni perdeu Edinho para o Atlético-MG e viu Gustavo e Marcinho se contundirem. Com a lesão do artilheiro, o treinador tem apenas Wilson como centroavante. Alecsandro (do Coritiba) e Luis Fabiano (sem clube) tiveram seus nomes especulados, mas foram descartados pela diretoria.

O técnico Rogério Ceni aguarda reforços para o sistema ofensivo do Fortaleza
O técnico Rogério Ceni aguarda reforços para o sistema ofensivo do Fortaleza
"Temos que encarar a realidade e fazer o melhor com o que nós temos. E tentar ir ao mercado. As opções que temos no ataque são essas, jogadores jovens. Temos só um centroavante que é o Wilson, pois o Gustavo está lesionado. Todos estão tentando fazer o melhor", comentou Ceni.

É O QUE DÁ
O treinador disse que, com as opções do atual elenco, ele não está conseguindo escalar o time como gostaria. Nas últimas partidas, Rogério Ceni armou o Fortaleza com três zagueiros.

"Dentro das condições que nós temos hoje a proposta de jogo não é do jeito que eu gosto. Gosto de jogar atacando, em cima do adversário, mas hoje não tenho condições de montar o time da maneira que gosto de jogar", afirmou o treinador.

Apesar da derrota para a Macaca, o Fortaleza segue tranquilo na liderança da Série B, com 29 pontos, e volta a campo no sábado, contra o Atlético-GO, na Arena Castelão, pela 15ª rodada.

 
 
" />