Wellington Silva prevê jogo difícil contra Fla, mas quer Flu ganhando moral

O Fluminense ganhou uma nova dor de cabeça para resolver: como suprir a ausência de Evanilson

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 09 - Flamengo e Fluminense fizeram jogos bastante equilibrados recentemente pelas finais do Campeonato Carioca, mas chegam em situações distintas no Brasileirão para o clássico desta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã. Enquanto o time de Odair Hellmann tenta se reencontrar na competição, o atual campeão resgatou o futebol vistoso e tenta embalar de vez na luta pelas primeiras posições.

Além de sofrer o empate do Atlético-GO em casa e de levar a virada diante do São Paulo, caindo para a oitava posição, o Fluminense ganhou uma nova dor de cabeça para resolver: como suprir a ausência de Evanilson, seu astro do ataque, que foi para o Porto. Fred seria a alternativa, mas está fora por causa do diagnóstico de covid-19 de sua mulher.

CALMA!

Wellington Silva prevê jogo difícil no Fluminense
Wellington Silva prevê jogo difícil no Fluminense
As fichas serão depositadas no forte poder defensivo atrás e no baixinho Wellington Silva no ataque. E, se depender do atacante, o torcedor tricolor pode ficar esperançoso.

"Mais um clássico importante, de rivalidade grande. Sabemos da dificuldade, estamos há dois jogos sem ganhar, mas temos de pensar no próximo rival, em vencer o clássico, ganhar moral e dar felicidade a nosso torcedor", discursou o autor do gol diante do São Paulo.

Wellington Silva fará um revezamento com Marcos Paulo, como falsos camisas 9. Não terá um centroavante fixo. "Temos que escrever uma nova história na quarta, fazer um jogo na perfeição para conquistar os três pontos", concluiu Wellington Silva.

No empolgado Flamengo, acertar a escalação virou tarefa impossível. Seguindo suas convicções, o espanhol Domenèc Torrent deve dar novo passo em sua política de rodízio no elenco.

NO FLAMENGO...
Mesmo com o time recuperando o bom futebol e querendo entrar de vez na luta pelo topo da tabela, é possível que algum medalhão não comece o jogo. Arrascaeta ficou na bronca com a reserva faz alguns dias e Gabriel Barbosa não escondeu sua ira por ter perdido a posição na rodada passada. Têm tudo para iniciarem o clássico, mas com qual formação no meio? Com qual parceiro na frente?

Na luta pelo terceiro triunfo seguido, Michael e Vitinho lutam para figurar ao lado de Gabriel. William Arão e Thiago Maia podem jogar juntos no meio. Sobraria para Gerson ou Everton Ribeiro o "descanso forçado".

Domènec não informa escalação, não dá pistas e andou irritando alguns torcedores com seu rodízio. Mas ganhou um respiro com as duas boas vitórias nos últimos jogos e pode selar a paz de vez ganhando o clássico.