Fluminense batiza campo do CT com nome do ídolo Altair

Já falecido, o ex-lateral foi o quarto jogador que mais vestiu a camisa tricolor na história

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 04 - Poucas horas antes de oficializar Marcão como técnico efetivo, o Fluminense prestou homenagem a Altair em uma cerimônia que contou com a presença de Bittencourt e também dos ex-jogadores Jair Marinho e Peri, que foram companheiros de equipe do ex-lateral no clube e eram grandes amigos do atleta.

E na coletiva que deu após a placa com o nome de Altair ser desfraldada para batizar um dos campos do CT do clube, o presidente ressaltou que não está fazendo essa homenagem de maneira oportunista para valorizar a atual gestão tricolor.

"Queria deixar bem claro que não estamos politizando a nossa gestão. O conselho que está avaliando isso é o conselho anterior. O conselho que foi eleito comigo só toma posse em dezembro e assume em 2020", disse o presidente, que continuou:

Presidente Mário Bittencourt e o ex-jogador Jair Marinho homenageiam Altair (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
Presidente Mário Bittencourt e o ex-jogador Jair Marinho homenageiam Altair (Foto: Lucas Merçon/Fluminense)
"É a mesma situação da troca do nome do centro de treinamento, que foi pedido por um conselheiro que apoiou a chapa de oposição à nossa. Não há politização na nossa gestão. Temos muita coisa para fazer no clube e não temos tempo de politizar atos. Não houve participação do presidente do Fluminense. Não fizemos movimento em qualquer sentido", assegurou.

HOMENAGEM JUSTA
Quarto jogador com mais partidas disputadas pelo Flu, com 551 ao total, Altair conquistou com o time três títulos cariocas, em 1959, 1964 e 1969, e duas taças do Torneio Rio-São Paulo, em 1957 e 1960.

Neste longo período em que vestiu a camisa tricolor, ele também foi campeão mundial com a seleção brasileira em 1962, no Chile, onde figurou como reserva de Nilton Santos, ídolo histórico do Botafogo.

Altair foi considerado por muitos, por sinal, o melhor marcador de Garrincha neste época em que encarou o lendário atacante nos clássicos entre os dois times.