Em meio à indefinição entre CBF e Flu, lateral diz estar 'tranquilo'

Caio Henrique foi convocado pela seleção brasileira sub-23, mas poderá ser desconvocado a pedido da diretoria do clube carioca.

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 03 - O lateral-esquerdo Caio Henrique disse estar tranquilo nesta quinta-feira em meio ao impasse entre o Fluminense e a CBF. O jogador foi convocado para defender a seleção brasileira sub-23, mas poderá ser desconvocado a pedido da diretoria do clube carioca, preocupada com o desfalque do jogador no Campeonato Brasileiro.

"O presidente está defendendo o interesse do clube, isso é normal. Se for para defender o Fluminense, farei. Se for para defender a Seleção, também. Estou tranquilo e vou esperar pela decisão", declarou o jogador, que também atua como volante.

Caio poderá ser desconvocado pela equipe da base da seleção porque o Fluminense também teve o volante Allan chamado para o time sub-23. Temendo dois desfalques ao mesmo tempo, o clube carioca pediu a liberação de ao menos um deles. A CBF deve se pronunciar sobre o caso nesta sexta-feira.

SEM RESSENTIMENTOS

Ao mesmo tempo em que pretende aproveitar sua chance na seleção, Caio se disse grato às oportunidades recebidas no Fluminense.

O lateral concedeu entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (03) (Foto: Divulgação/Fluminense)
O lateral concedeu entrevista coletiva na tarde desta quinta-feira (03) (Foto: Divulgação/Fluminense)

"Sou muito grato ao Fluminense, foi o clube que me abriu as portas. No ano passado, não fui tão bem no Paraná por causa do rebaixamento.

Mas, agora, estou num momento melhor, num ambiente que me recebeu muito bem, o staff e os funcionários.

Consegui voltar à seleção, que era um objetivo meu. Então é um momento muito especial para mim e espero retribuir dentro de campo", comentou o polivalente jogador.

DE OLHO NO CLÁSSICO

Mesmo no aguardo da decisão da CBF, Caio Henrique mantém o foco no Fluminense e projeta o clássico com o Botafogo, domingo, no Engenhão. "Pelo fato do Botafogo estar pressionado, vai ser um jogo difícil. É o jogo da vida deles e o nosso jogo da vida também. Uma vitória pode no aproximar da parte de cima da tabela", declarou.

Para o lateral, o jogo será a oportunidade preciosa para o Fluminense mostrar reação nos clássicos em uma temporada marcada por resultados aquém do esperado nestes duelos.

"Sabemos que os clássicos são importantíssimos, tanto para nós quanto para a torcida. Esse ano, nossos resultados são ruins, estamos cientes disso, mas estamos trabalhando para reverter e temos uma oportunidade agora, contra o Botafogo. Precisamos aproveitar para somar os três pontos", comentou.

TREINO

Para o confronto deste fim de semana, o técnico interino Marcão poderá ter um reforço de Wellington Nem. O atacante voltou a treinar com o grupo nesta quinta, após ficar de fora das atividades no gramado na terça e na quarta. Ele havia reclamado de dores no joelho esquerdo. Se treinar normalmente na sexta, Nem deve ser relacionado para o clássico de domingo.