Novo técnico do Flu, Oswaldo de Oliveira tem primeiro contato com jogadores em CT

O profissional de 68 anos inicia a sua terceira passagem como comandante do Tricolor das Laranjeiras

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 21 - Oficializado na noite de terça-feira como novo técnico do Fluminense, Oswaldo de Oliveira teve, na manhã desta quarta, o seu primeiro contato com o elenco tricolor. Acompanhado do presidente do clube, Mário Bittencourt, o treinador recepcionou os jogadores que chegar ao CT do time, no Rio, para o treino que visou o duelo desta quinta, contra o Corinthians, às 21h30, em São Paulo, pelas quartas de final da Copa Sul-Americana.

Neste encontro, o primeiro atleta a cumprimentar o comandante foi o atacante Wellington Nem, que recebeu um longo abraço de Oswaldo. O profissional de 68 anos inicia a sua terceira passagem como comandante do Flu. Anteriormente, ele dirigiu a equipe em um período entre 2001 e 2002 e depois no ano de 2006.

Aos 68 anos, Oswaldo inicia a sua terceira passagem como comandante do Tricolor das Laranjeiras
Aos 68 anos, Oswaldo inicia a sua terceira passagem como comandante do Tricolor das Laranjeiras
Embora tenha recebido os jogadores já vestido com uniforme de treino e calçando chuteiras, o técnico não vai comandar o time carioca neste duelo de ida das quartas de final da Copa Sul-Americana. O auxiliar Marcão, que assumiu o time de forma interina após a demissão de Fernando Diniz, ocorrida na última segunda-feira, é quem vai estar na Arena Corinthians à frente da equipe neste confronto.

APRESENTAÇÃO OFICIAL
Oswaldo será apresentado oficialmente como novo treinador do Fluminense apenas na próxima segunda-feira. Pelo fato de o jogo contra o Palmeiras, válido pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, ter sido adiado para o dia 10 de setembro, no Allianz Parque, o time tricolor não terá partida a disputar neste final de semana.

Espaço incorporado por HTML (embed)

Assim, a estreia do novo comandante deverá acontecer no próximo dia 29, quando o Flu recebe o Corinthians, às 21h30, no Maracanã, pelo duelo de volta do mata-mata da Copa Sul-Americana. Ele estava desempregado desde o fim de maio, quando foi demitido pelo Urawa Reds, no Japão, time no qual se sagrou campeão da Copa do Imperador no ano passado.