Artilheiro pede para não jogar e encaminha saída do Fluminense

Luciano é um dos principais jogadores do elenco e não quis completar o sétimo jogo pelo Tricolor no Brasileirão

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 11 (AFI) - O Fluminense deve perder um dos seus principais jogadores nos próximos dias. Em conversa com o técnico Fernando Diniz, o atacante Luciano pediu para não enfrentar a Chapecoense para não completar seu sétimo jogo no Brasileirão.

Se entrasse em campo na partida desta quinta-feira, em Chapecó, Luciano não poderia defender mais nenhum clube da elite. Diante do pedido de dispensa da viagem, o atacante dá indícios de que teria proposta de algum participante do Brasileirão.

O atacante Luciano pediu para não viajar com a delegação tricolor para Chapecó
O atacante Luciano pediu para não viajar com a delegação tricolor para Chapecó
Após a conversa com Luciano, a comissão técnica achou melhor deixar o atacante fora da viagem para Chapecó. A expectativa nos próximos dias é que aconteça uma reunião do jogador com a diretoria eleita no último sábado.

Apesar de ter contrato com o Fluminense até junho de 2021 - emprestado pelo Leganés-ESP -, Luciano está incomodado com os atrasos salariais. Hoje, para o elenco, a diretoria tricolor deve dois meses na Carteira de Trabalho e cinco meses de direito de imagem.

SOBRE ELE
Natural de Anápolis, Luciano tem 26 anos e foi revelado nas categorias de base do Atlético-GO, passando pelo Avaí até chegar ao Corinthians, onde ficou por três temporadas e foi campeão brasileiro de 2015. Depois defendeu Leganés-ESP e Panathinaikos-GRE.

No Fluminense desde junho do ano passado, Luciano é um dos líderes do elenco tricolor e ao todo tem 20 gols em 55 jogos.