Fluminense mira Brasileirão após 'aprendizado' com sufoco na Copa do Brasil

Estreia no Campeonato Brasileiro acontece neste domingo, contra o Goiás, às 19 horas, no Maracanã

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ - O fato de só ter conseguido avançar nos pênaltis às oitavas de final da Copa do Brasil, depois de ter sido derrotado por 2 a 0 pelo Santa Cruz no tempo normal, na noite de quinta-feira, no estádio Arruda, em Recife, está sendo encarado pelo Fluminense como um "aprendizado" antes da estreia no Campeonato Brasileiro, neste domingo, contra o Goiás, às 19 horas, no Maracanã.

O time carioca esperava ter sofrido menos para avançar no torneio nacional, pois havia vencido o duelo de ida do mata-mata por 2 a 0, no Rio. Porém, só assegurou a classificação com um triunfo por 3 a 2 nas penalidades. Para o técnico Fernando Diniz, o sufoco ocorreu também por causa da ineficiência ofensiva de sua equipe.

"O resultado costuma maquiar o que foi o jogo. Construímos boas jogadas, apesar do campo, e chegamos com superioridade numérica no ataque. Mas perdemos os gols. Isso serve de aprendizado. Depois, com tudo contra, a gente soube levar o jogo nos pênaltis", analisou o comandante, em entrevista coletiva.

NÃO PRECISAVA, NÉ?
O treinador, entretanto, admitiu:

"Não esperava sofrer tanto. A equipe jogou mais errado do que mal. Erramos coisas que não costumamos errar. Tivemos chances de marcar, mas também oferecemos chances a eles. A maioria das chances do Santa Cruz foi a gente que ofereceu, com erros de passe, erros de seleção na hora de fazer bola longa, fazia a curta e na hora de fazer a bola curta, fazia a longa, mas o mais importante foi a classificação", contou.

P9 NA ÁREA!
O fato de o atacante Pedro, que recentemente voltou a jogar após se recuperar de grave lesão no joelho, só ter entrado no decorrer da partida em Recife também foi explicado por Diniz.

Fernando Diniz, técnico do Fluminense
Fernando Diniz, técnico do Fluminense
"Não quero acelerar o Pedro, a gente já acelerou um pouco a volta dele, ele já entrou em duas partidas e agora vai ganhando ritmo aos poucos. Tem que ir com calma para não criar expectativa sobre ele e tenho certeza que no momento certo, ele vai voltar a brilhar", previu o técnico.

DE VOLTA!
Pedro marcou, na disputa de penalidades desta quinta-feira, o seu primeiro gol desde quando retornou aos gramados, após oito meses afastado por causa da lesão no joelho, que o obrigou a ser submetido a uma cirurgia no ano passado.