Sem renovar com a Ponte Preta, Gilson Kleina entra na mira do Fluminense

O time das Laranjeiras aguarda as movimentações no mercado, mas pode apostar no treinador de 50 anos

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 04 (AFI) - Gilson Kleina tem a oportunidade de corrigir um mal entendido histórico, quase oito anos depois de recusar o convite do Fluminense. Sem renovar com a Ponte Preta, o treinador está livre no mercado e tem o desejo de voltar a trabalhar na elite do Campeonato Brasileiro – já treinou Palmeiras e Chapecoense. Nesta terça-feira ele recebeu uma sondagem do time das Laranjeiras, que está sem técnico desde a saída de Marcelo Oliveira.

Em 2011, Gilson Kleina também era técnico da Ponte Preta e, na época, conseguiu fechar a temporada com um final feliz ao conquistar o acesso na Série B para a primeira divisão – em 2018, apesar de comandar uma reação incrível, ele ficou em quinto. Ao final da temporada seu futuro era incerto e tudo indicava que ele iria acertar com o Fluminense. O time carioca chegou a anunciar sua contratação, mas teve que voltar atrás pouco tempo depois.

Sem renovar com a Ponte Preta, Gilson Kleina entra na mira do Fluminense
Sem renovar com a Ponte Preta, Gilson Kleina entra na mira do Fluminense
Na época o Fluminense ofereceu um contrato de apenas três meses para Kleina, que queria ter mais tempo para trabalhar e por isso recusou o convite. Ainda assim, o episódio pegou muito mal para o clube das Laranjeiras, que anunciou o treinador através de sua assessoria de imprensa. Agora, em 2018, o técnico tem a oportunidade de escrever uma nova história.

Através de uma coletiva de imprensa, o presidente da Ponte Preta, José Armando Abadalla, já adiantou nesta terça-feira que a renovação com Gilson Kleina está ‘congelada’ e praticamente encerrou o trabalho no treinador em Campinas. "Na segunda passada foi feita uma proposta, por sinal proposta excepcional, muito excepcional, e ele ficou de dar resposta. Foi até sexta, passou o prazo, sou obrigado a afirmar que a Ponte suspende as negociações”.

Kleina não respondeu a proposta da Ponte Preta justamente porque está interessado em trabalhar no Fluminense. O time das Laranjeiras aguarda as movimentações no mercado, mas pode apostar no treinador de 50 anos, que já foi campeão da Série B do Campeonato Brasileiro.

 
 
" />