Em clima conturbado e com interino, Fluminense faz "jogo do ano" contra o América-MG

Torcedores invadiram o treinamento nesta sexta-feira, um dia depois de Marcelo Oliveira ter sido demitido

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 30 (AFI) - A eliminação na semifinal da Copa Sul-Americana para o Atlético-PR, na última quarta-feira, fez parecer que o mundo acabou nas Laranjeiras. O técnico Marcelo Oliveira foi demitido um dia depois e torcedores invadiram o treinamento desta sexta. Mas o "inferno" vai ser conhecido mesmo pelo Fluminense em caso de rebaixamento no Campeonato Brasileiro.

Na 14ª colocação, com 42 pontos, o Tricolor precisa de um empate diante do América-MG, neste domingo, às 17 horas, no Maracanã, para escapar da Série B. Depender apenas de si é justamente o problema do Fluminense, que não ganha há sete jogos no Brasileirão e está 762 minutos sem balançar as redes adversárias.

Em caso de derrota para o América-MG, o Fluminense precisa torcer por tropeços de Vasco, Chapecoense e Sport, que enfrentam Ceará, Vasco e Sport, respectivamente.

O auxiliar-técnico Fábio Moreno vai comandar o Fluminense no jogo mais importante do ano
O auxiliar-técnico Fábio Moreno vai comandar o Fluminense no jogo mais importante do ano
QUE BARCA, FÁBIO MORENO!

Escolhido para "assumir a bucha" no lugar de Marcelo Oliveira, o auxiliar-técnico Fábio Moreno não tem muito tempo para realizar muitas mudanças em relação ao time que vinha jogando e por isso prometeu "não inventar". O trabalho será mais na questão psicológica. Psicológico esse que ficou ainda mais abalado depois da invasão de torcedores ao CT do clube nesta sexta.

Cerca de 30 pessoas entraram no gramado quando a atividade, que foi fechada para a imprensa, estava prestes a começar e cobraram os jogadores. Líderes do elenco - o goleiro Júlio César e os zagueiros Gum e Digão -, o interino Fábio Moreno e o diretor executivo de futebol Paulo Angioni procuraram conversar com os torcedores. A cobrança durou 30 minutos.

"Não dá e nem é hora de inventar muito. O trabalho é entrar na cabeça do jogador, fazer o simples e um grande jogo. Posso dizer que conhecemos o adversário e sabemos o que temos que fazer. O Fluminense precisa se impor. O momento que passamos é difícil, mas vamos armar uma estratégia para alcançar nosso objetivo", afirmou Fábio Moreno.

MUDANÇAS
A tendência é que o interino mantenha a base que perdeu para o Atlético-PR, por 2 a 0, na última quarta-feira, pela Sul-Americana. Uma provável mudança é no ataque com a entrada de Everaldo no lugar de Júnior Dutra, bastante criticado pela torcida. A formação também pode ser alterada - do 3-5-2 para o 4-3-3 - com o lateral-direito Léo na vaga do zagueiro Paulo Ricardo.

O provável Fluminense é: Júlio César; Léo (Paulo Ricardo), Digão, Gum e Ayrton Lucas; Richard, Jadson e Sornoza; Everaldo, Marcos Júnior e Luciano.

 
 
" />