Autor do 1º gol, Digão ganha camisa do Fluminense por marca centenária

O defensor completou 100 jogos pelo Tricolor das Laranjeiras na vitória sobre o Defensor-URU

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 03 - A vitória do Fluminense por 2 a 0 em cima do Defensor, do Uruguai, na última quinta-feira, no Maracanã, pela segunda fase da Copa Sul Americana, foi especial para o zagueiro Digão.

Além de marcar o gol de cabeça que abriu o caminho para o triunfo, o defensor comemorou 100 partidas pelo Fluminense. Por causa da marca, o jogador foi presenteado com uma camisa com este número nas costas nesta sexta-feira.

"Foi uma noite muito especial para mim. Não consegui dormir pensando no que aconteceu. Estou muito feliz por chegar a essa marca no clube que me revelou. Coroar essa marca de 100 jogos com um gol foi muito gostoso. Não quero parar por aí, quero alcançar outras marcas e ser lembrado nesse clube", declarou o jogador em entrevista coletiva.

O zagueiro Digão abriu o placar para a vitória do Fluminense sobre o Defensor na última quinta-feira
O zagueiro Digão abriu o placar para a vitória do Fluminense sobre o Defensor na última quinta-feira
Digão está em sua segunda passagem pelo time carioca. A primeira durou até 2013, quando ele foi negociado com o Al Hilal, da Arábia Saudita. Em 2017 ele voltou ao Brasil para defender o Cruzeiro, mas nunca se firmou no time mineiro, o que o fez voltar ao Flu na metade desta temporada.

DIVIDIU COM OS COMPANHEIROS
O defensor, que logo assumiu a titularidade quando retornou e completou cinco jogos nesta segunda passagem pelo clube, dividiu o bom momento com o grupo e ressaltou o jogo coletivo da equipe.

"Não sou eu que estou em boa fase, é o grupo. Quando o coletivo funciona, o individual aparece. Eu penso só em entrar em campo e ajudar. Os elogios são consequência do que a gente faz dentro de campo", opinou o jogador.

FAZER O DEVER DE CASA
Digão e os seus companheiros voltam a campo no próximo domingo, no duelo contra o Bahia, no Maracanã, pela 17.ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time carioca, nono colocado, com 21 pontos, tenta se recuperar do último tropeço para o Ceará e mira encostar nos primeiros colocados na tabela.

"Temos que aproveitar o fator casa, como fizemos contra o Palmeiras. Esperamos somar seis pontos nestes próximos dois jogos. Serão importantes para nossa caminhada no campeonato", concluiu.

 
 
" />