Gabigol ironiza birra por ter ficado no banco do Flamengo: "Dá ibope"

Atual campeão, o Flamengo ocupa a modesta quarta colocação do Brasileirão com 49 pontos, enquanto o líder São Paulo tem 56

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 15 (AFI) - O atacante Gabriel Barbosa, antes conhecido por Gabigol e que pedi para ser chamado só por Gabi, saiu da "geladeira" e voltou a dar entrevista coletiva. O jogador do Flamengo deu sua versão sobre o episódio em que fez birra por estar no banco de reservas contra o Ceará pelo Campeonato Brasileiro.

Na oportunidade, ficou sem chuteiras e com uma camisa de treino por baixo do colete, além de uma cara de poucos amigos. Gabi cravou que a reserva o incomoda.

Sem birra, Gabigol? (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)
Sem birra, Gabigol? (Foto: Alexandre Vidal / Flamengo)

"Muito. Não quero estar no banco. Ninguém quer. Ou você acha que o Pedro quando estava ficava feliz? Ou que o Michael quando não entra fica feliz. Na Europa é normal isso acontecer, de o jogador não usar a camisa no banco", disse.

"Fiquei sem a chuteira pois tive uma lesão grave no tornozelo e incomoda um pouco. Não tem nenhum problema com isso. Vão falar pois dá ibope. Creio eu que independentemente de como eu ficasse, iria sair matéria", completou.

PRESSÃO!
Atual campeão, o Flamengo ocupa a modesta quarta colocação do Brasileirão com 49 pontos, enquanto o líder São Paulo tem 56.

"Pressão vai ter. É Flamengo. Mas quem não gosta de pressão? Às vezes eu joguei em times que jogavam para empatar.


No Flamengo você quer vencer todos os jogos, e isso é a melhor coisa. O Rogério (Ceni) sabe disso e sabe lidar muito bem com isso. O que temos que fazer? Vencer os jogos, simples assim. E quem sabe lá na última rodada a gente se sagra campeão
", analisou o atacante.

O Flamengo voltará a campo na segunda-feira, às 20 horas, quando irá encarar o Goiás na Serrinha, em Goiânia, pela 30ª rodada.