Flamengo perde contrato milionário com empresa telefônica

TIM cancelou o patrocínio de R$ 4 milhões que eram destinados a equipe de vôlei

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 26 (AFI) - A TIM cancelou o patrocínio de R$ 4 milhões de reais que tinha com o Flamengo. Aparentemente a empresa não gostou da notícia divulgada pelo Olhar Olimpico, falando que o motivo da renúncia do Vice-Presidente, Delano Franco foi o fato de Rodolfo Landim não repassar essa verba para o vôlei Sesc-RJ/Flamengo, como havia se comprometido verbalmente. A informação é do Portal Uol.

PARCERIA

A TIM vem patrocinando grandes clubes há algum tempo. Porém, na temporada passada, o Flamengo conseguiu que a empresa doasse R$ 4 milhões para seu time de vôlei. Nesta temporada a equipe já contava com esse mesmo valor.

Rodolfo Landim, presidente do Flamengo. Foto: Divulgação/ Flamengo
Rodolfo Landim, presidente do Flamengo. Foto: Divulgação/ Flamengo

Com a pandemia e sem conseguir manter a equipe sozinha, o Sesc-RJ, por meio de Bernardinho, firmou uma parceria com a equipe Rubro-negra com o mesmo valor recebido na temporada anterior. Em julho o CRO da TIM, anunciou para o governo que doaria os mesmos quatro milhões para esse novo projeto.

SE DEFENDEU

Segundo o portal, Bernardinho reclamou, pois Landim não vinha cumprindo com o combinado acertado verbalmente. Porém o presidente do Flamengo se defendeu em nota afirmando que segue rigorosamente o contrato e que fornece material esportivo, local para treinar e a imagem do clube, facilitando a entrada de patrocínios exclusivos para o Sesc-RJ.