Flamengo demite funcionário que tirou foto de jogadores sem máscara

Rodolfo Landim demite funcionário após afirmar que a fotografia era algo normal

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 25 (AFI) - O Flamengo continua tomando decisões sem qualquer tipo de coerência. Após afirmar que o registro fotográfico feito com jogadores sem máscara é algo normal, o presidente Rodolfo Landim demitiu o funcionário Matheus Grangeiro, responsável pela fotografia e quem comanda as redes sociais da equipe rubro-negra.

"Em 10 anos de futebol e 26 de vida, nunca fizeram algo tão covarde comigo como o que aconteceu nesta sexta-feira. Apenas agradecer ao CRF pela oportunidade", postou Matheus Grangeiro em sua rede social.

Matheus já estava há um bom tempo na parte de comunicação do Flamengo e se viu surpresa com a demissão. A fotografia em viagens é considerado praxe do clube. Na foto, os jogadores estavam sorrindo, logo após vencerem o Barcelona, do Equador, por 2 a 1, na última quarta-feira.

Fotografia que gerou polêmica no Flamengo
Fotografia que gerou polêmica no Flamengo
INCOERENTE?
Antes de anunciar a demissão do funcionário, Landim participou do programa Redação SporTV e falou sobre a fotografia.

"É óbvio que, na hora de tirar uma foto, você não fica de máscara. Eu não tiro foto com máscara. Quando vou tirar uma foto, tiro a máscara, prendo a respiração e tiro a foto. Isso acontece com todo mundo. Vamos relevar isso aí. Os jogadores jogam sem máscara, é difícil de conter, é coisa natural. Eles se cumprimentam, se abraçam", falou.

BRASILEIRÃO
Apesar do surto de covid-19, o Flamengo terá que entrar em campo contra o Palmeiras neste domingo, às 16h, no Allianz Parque. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) concordou com a CBF e impugnou o pedido do Mengão em adiar a partida.