Rede Globo tenta recurso para proibir jogo do Flamengo no YouTube

Na segunda-feira, Ricardo Cyfer, juiz titular da 10ª Vara Cível do TJRJ indeferiu o pedido da emissora

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 30 (AFI) - Após ter pedido negado pela Justiça para proibir a exibição do jogo entre Flamengo e Boavista, a Rede Globo entrou com recurso para tentar mudar a decisão. A partida é válida pela quinta rodada da Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca, e ocorre nesta quarta-feira, às 21h30, no Maracanã.

Na segunda-feira, Ricardo Cyfer, juiz titular da 10ª Vara Cível do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJRJ), indeferiu o pedido da Rede Globo. Para ele, o direito do Flamengo transmitir é constitucional, levando em consideração a Medida Provisória 984, recentemente editada pelo presidente Jair Bolsonaro e que dá ao time mandante a prerrogativa de negociar os direitos das suas partidas.

A MP não tem influência em acordos já firmados. O Flamengo, porém, não assinou nada com a Rede Globo referente ao Campeonato Carioca.

A emissora, por sua vez, tem contrato com o Boavista e entende que está sendo lesada.

Na semana passada, o Flamengo havia declarado que já negociava patrocínios para a sua transmissão e anunciou detalhes de como ela se dará. O pré-jogo começará com duas horas de antecedência, com o locutor Emerson Santos e os comentaristas Alexandre Tavares e Raul Plassmann, goleiro campeão do mundo pelo Flamengo.