Invicto há 3 meses no Brasileirão, Flamengo reencontra o Bahia, seu último algoz

No primeiro turno, o time de Jorge Jesus foi derrotado por 3 a 0 pelo Bahia, na Fonte Nova

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 10 (AFI) - No dia 10 de agosto deste ano, o Flamengo venceu o Grêmio por 3 a 1, no Rio, e iniciou naquele confronto, válido pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro, uma incrível sequência de 18 jogos de invencibilidade na competição. Exatos três meses depois, o time carioca enfrenta o Bahia neste domingo, às 18 horas, no Maracanã, onde reencontrará justamente o seu último algoz no torneio.

Pela 13ª jornada do Brasileirão, a equipe rubro-negra foi surpreendentemente atropelada pelo rival baiano por 3 a 0, na Arena Fonte Nova, com o atacante Gilberto marcando os três gols do jogo já no primeiro tempo. Naquele mesmo dia, o Santos arrasou o Goiás por 6 a 1, na Vila Belmiro, e então abriu oito pontos de vantagem sobre os flamenguistas como líder do Brasileirão.

Aquele duro revés em Salvador, porém, funcionou como um despertador para acordar os comandados do técnico Jorge Jesus de um breve pesadelo. A partir dali, o time engatou uma sequência de oito vitórias consecutivas, interrompidas com um 0 a 0 com o São Paulo, no fim de setembro, no Maracanã. Depois disso, vieram mais seis triunfos seguidos, em um embalo freado com um surpreendente 2 a 2 com o Goiás, ocorrido antes de uma goleada por 4 a 1 sobre o Corinthians e finalmente o suado 1 a 0 conquistado sobre o Botafogo, na última quinta-feira, no Engenhão.

Neste longo período sem ser derrotado, o Flamengo deixou claro que é o grande favorito ao título ao vencer 16 jogos e empatar outros dois. E nesta série assombrosa de 18 partidas, marcou nada menos do que 40 gols e sofreu apenas nove. Ao total em 31 confrontos de sua campanha, o clube ostenta 23 vitórias, cinco empates e três derrotas, com 65 bolas na rede (média de 2,09 por partida), sendo que contabiliza um saldo de 40 ao ser vazado por 25 vezes (média de 0,8 por duelo).

Com 74 pontos e todos estes números incríveis, o time rubro-negro entrará em campo repleto de credenciais para dar o troco no Bahia, de preferência com uma goleada para se vingar de forma plena do revés sofrido no distante dia 4 de agosto. Um triunfo também servirá para deixar o Flamengo ainda mais próximo da taça, cuja conquista parece ser apenas uma questão de tempo, tendo em vista o desempenho impressionante da equipe.

Nesta longa jornada de três meses em que passou pela maioria dos rivais com atuações convincentes, o Flamengo paralelamente também se garantiu na final da Copa Libertadores, na qual enfrentará o River Plate no próximo dia 23, em Lima, no Peru, depois de ter humilhado o Grêmio com uma goleada por 5 a 0 no confronto de volta da semifinal. A última derrota da equipe no torneio continental ocorreu no dia 24 de julho, quando foi batida por 2 a 0 pelo Emelec, no Equador, pelo jogo de ida das oitavas de final.

SEM JESUS, RAFINHA E ARRASCAETA
Neste reencontro com o Bahia no Maracanã, o Flamengo desta vez defenderá amplo favoritismo, mas não poderá contar com três importantes nomes. Um deles, grande trunfo nesta temporada, é Jorge Jesus, que levou o terceiro cartão amarelo no clássico com o Botafogo e terá de cumprir suspensão. Assim, quem dirigirá a equipe na beira do gramado será o auxiliar João de Deus.

Já dentro das quatro linhas, a equipe não terá o lateral-direito Rafinha, também suspenso pelo terceiro amarelo, que deverá dar lugar a Rodinei. Outra baixa praticamente certa é o meia Arrascaeta. O uruguaio luta para se recuperar de uma entorse no joelho esquerdo, sofrida na quarta-feira e que o deixou de fora do clássico com o Botafogo. Vitinho, escalado como substituto na quinta, tem boa chance de voltar a ser escalado entre os titulares, mas Reiner também briga pela vaga.

Outra provável novidade na escalação será o retorno do lateral-esquerdo Filipe Luís, recuperado de um problema físico que o deixou de fora dos dois últimos jogos. Assim, uma provável formação para o duelo deste domingo é a seguinte: Diego Alves; Rodinei, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, Everton Ribeiro e Vitinho (Reinier); Bruno Henrique e Gabriel.

Caso vença neste domingo, o Flamengo vai ampliar para 10 pontos a larga vantagem que já ostenta sobre o vice-líder Palmeiras, que passou a contabilizar 67 ao total ao empatar por 1 a 1 com o Corinthians, no clássico do último sábado, no Pacaembu, na abertura desta 32ª rodada do Brasileirão.