Fla recebe o Corinthians mirando sua 2ª melhor campanha nos pontos corridos

O time carioca está a uma vitória de igualar a campanha de 2016, quando terminou na terceira colocação

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 03 (AFI) - A nove rodadas do fim do Campeonato Brasileiro e na liderança com folga, o Flamengo está a uma vitória de igualar sua segunda melhor campanha na história dos pontos corridos. Se vencer o Corinthians na partida deste domingo, às 16 horas, no Maracanã, válida pela 30.ª rodada, a equipe carioca vai atingir a marca de 2016.

Naquele ano, o clube da Gávea ficou apenas em terceiro, com 71 pontos, mas chegou a disputar o título com o Palmeiras, que acabaria campeão e hoje é o atual segundo colocado. A melhor trajetória rubro-negra desde 2006, quando a competição já era por pontos corridos e passou a ser disputada entre 20 equipes, aconteceu no ano passado, quando o time alcançou os 72 pontos.

Curiosamente, no ano único ano do período em que foi campeão, em 2009, o Flamengo garantiu o troféu com apenas 67 pontos, marca atingida já na 28.ª rodada desta temporada, quando bateu o CSA por 1 a 0.

Agora com 68 pontos, o Flamengo teve de amargar seu primeiro empate em sete partidas - ficou no 2 a 2 com o Goiás na última quinta-feira após estar vencendo por 2 a 0, no Serra Dourada - , o segundo em 16 jogos, dos quais triunfou em 14.

É neste cenário que o técnico Jorge Jesus agora vive o dilema de descansar ou não jogadores para a sequência que culminará na final da Copa Libertadores, no próximo dia 23, em Santiago, contra o River Plate.

Dois de seus 11 titulares absolutos devem poupar o comandante de qualquer dúvida neste domingo. Um deles é o goleiro Diego Alves, que, ainda sentindo uma entorse no joelho que o tirou do compromisso em Goiânia, voltou a ficar de fora dos treinamentos na última sexta-feira. Quem deveria ocupar sua vaga era César, mas como foi expulso na última partida, o substituto deve ser o jovem Gabriel Batista, que chegou a atuar nos minutos finais do empate com os goianos.

O outro ausente - este, sim, confirmado - é Gabriel. Ele recebeu o terceiro cartão amarelo na partida passada. Para seu lugar, as opções são Vitinho e Reinier. Ao entrar no time, qualquer um dos dois fará com que Bruno Henrique seja deslocado para o comando de ataque.

Duas alterações em relação à última rodada devem acontecer com as voltas de outros dois atletas incontestáveis no time: Rafinha, na lateral direita, e Gerson no meio-campo. Com isso, Rodinei e Piris da Motta voltam ao banco de reservas.