Campeão, Flamengo joga por recordes no Brasileirão e de olho no Mundial

Em um dos recordes, o time conquistou oito vitórias seguidas neste Brasileirão e igualou a marca da edição de 2013

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 26 - Campeão brasileiro de forma antecipada no domingo passado, o Flamengo inicia nesta quarta-feira a sequência dos seus últimos quatro jogos que realizará no Brasileirão. O time rubro-negro busca bater recordes na competição nacional e se preparar para a disputa do Mundial de Clubes da Fifa, no qual estreará no dia 17 de dezembro.

Nesta quarta-feira, às 21h30, o Flamengo recebe o Ceará no Maracanã, pela 35ª rodada do Brasileirão. A partida marcará a entrega do troféu para a equipe campeã. Em relação ao Mundial, o time jogará contra o Al Hilal, da Arábia Saudita, ou Espérance, da Tunísia, no dia 17 de dezembro, no Catar.

RECORDE

O Fla já igualou ao menos um recorde nesta campanha vitoriosa no Brasileirão. O time conquistou oito vitórias seguidas neste Brasileirão e igualou a marca da edição de 2013. A equipe rubro-negra não consegue mais superar esse recorde, porque vem de quatro triunfos consecutivos e tem mais quatro partidas para disputar.

Por outro lado, o time não tem como superar a marca de ter a melhor defesa do Brasileirão. O São Paulo de 2007 foi vazado apenas 19 vezes. Neste ano, o time rubro-negro sofreu 30 gols e tem a terceira melhor defesa do campeonato, atrás de São Paulo (25) e Palmeiras (27).

Na lista abaixo, são considerados os números desde 2006, quando o campeonato passou a ser disputado por pontos corridos, com 20 clubes.

Confira abaixo os recordes que o Flamengo pode bater no Brasileirão:

Pontuação: O Fla igualou os 81 pontos que o Corinthians obteve em 2015. Ou seja, se ao menos empatar uma vez nos próximos quatro jogos, a equipe rubro-negra será a recordista no número de pontos conquistados.

Gols: Com 73 gols, o Fla está a quatro de igualar o Cruzeiro de 2013. A equipe rubro-negra tem o melhor saldo por enquanto: com 43. O recorde neste quesito é de 40 gols de saldo, com o Cruzeiro em 2013 e o Corinthians em 2015.

Derrotas: O Fla só perdeu três vezes nesta edição do Brasileirão. Se não for mais derrotado, baterá o recorde do São Paulo de 2006 e do Palmeiras de 2018, que perderam quatro partidas.

Artilharia: Gabriel é disparado o goleador máximo deste Brasileirão, com 22 bolas na rede. O atacante está a um de igualar os maiores artilheiros de uma edição de Brasileiro: Jonas, com o Grêmio em 2010, e Borges, com o Santos em 2011.

Mandante: Com 15 vitórias e dois empates, o time rubro-negro tem 92,2% de aproveitamento em casa neste Brasileirão. O melhor desempenho como mandante até agora é do Corinthians de 2015 e do Palmeiras de 2018, com 87,7% (16 vitórias, 2 empates e 1 derrota cada). O Fla ainda terá mais duas partidas em casa: contra Ceará, nesta quarta, e Avaí, na penúltima rodada.

Visitante: Fora de casa, o Fla tem até agora dez vitórias, quatro empates e três derrotas, com 66,7% de aproveitamento. O recorde neste quesito é do Fluminense de 2012, com 68,4% de aproveitamento (11 vitórias, seis empates e duas derrotas). Para bater essa marca, o time rubro-negro terá de vencer Palmeiras e Santos, os últimos jogos como visitante neste Brasileirão.