Torcida do Flamengo compra 25 mil ingressos em 2h para jogo do dia 23 de outubro

A expectativa é de que a venda fique restrita apenas à internet. A carga total é de 68.015

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 11 - A vaga na semifinal da Copa Libertadores e a liderança do Campeonato Brasileiro deixam o torcedor do Flamengo em êxtase. A 42 dias do segundo confronto da competição sul-americana diante do Grêmio (23 de outubro), os flamenguistas precisaram de apenas duas horas para comprar, nesta quarta-feira, 25.100 ingressos.

A expectativa é de que a venda fique restrita apenas à internet. A carga total é de 68.015, incluindo cortesias e gratuidades e o valor é de R$ 70.00 a R$ 1.200,00. Este vai ser o último jogo do Flamengo, no Maracanã, nesta edição da Libertadores. Pois a final, caso o time carioca se classifique, será disputada em jogo único no dia 23 de novembro, em Santiago, no Chile.

Como mandante, em 2019, o Flamengo registra oito jogos com mais de 60 mil pessoas no Maracanã. O maior público foi registrado no empate, por 1 a 1, diante do Athletico-PR, quando o rubro-negro carioca foi eliminado da Copa do Brasil: 69.980 torcedores. O segundo (67.664) ocorreu na vitória sobre o Emelec, por 2 a 0, na Libertadores. No Brasileiro, o jogo mais visto foi a vitória sobre o Palmeiras, por 3 a 0, com 65.969 pessoas.

Flamengo terá casa cheia contra Grêmio
Flamengo terá casa cheia contra Grêmio
TREINO
Nesta quarta-feira, os jogadores treinaram pela manhã no CT Ninho do Urubu. Os jogadores foram submetidos a exercícios físicos na academia e também no gramado. O Flamengo continua sua preparação para a "decisão" contra o Santos, sábado, às 17 horas, no Maracanã. Um empate garante para o time da Gávea o título simbólico do primeiro turno, pois soma 39 pontos, contra 37 do Santos.

Pela primeira vez, o técnico Jorge Jesus terá a oportunidade de repetir a escalação do Flamengo. Sem problemas de lesão ou suspensão, o treinador português deverá colocar em campo o mesmo time que bateu o Palmeiras na rodada passada. Ou seja: Diego Alves; Rafinha, Rodrigo Caio, Pablo Marí e Filipe Luís; Willian Arão, Gerson, De Arrascaeta e Everton Ribeiro; Bruno Henrique e Gabriel.