Reinier brilha e festeja seu 1º gol pelo Fla: 'Tudo acontecendo no momento certo'

O Mengão atropelou o Avaí pelo placar de 3 a 0 e continuou na liderança isolada

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 07 (AFI) - No meio de tantos craques renomados, ídolos da torcida e selecionáveis, os holofotes após a vitória do Flamengo por 3 a 0 sobre o Avaí, no estádio Mané Garrincha, neste sábado à tarde, estavam em cima de um garoto de apenas 17 anos: o atacante Reinier. Ele entrou como titular pela primeira vez, deu uma assistência para o primeiro gol de Gabriel e depois marcou o terceiro, recebendo um passe do próprio Gabriel.

Na saída de campo os dois ganharam espaço para comentar a alegria de viver este momento altamente positivo do Flamengo, líder isolado do Campeonato Brasileiro, com 39 pontos. A festa desta vez foi vista por mais de 47 mil pagantes em Brasília, o que comprova que a torcida vai mesmo empurrar o time rumo ao título nacional.

Para o jovem Reinier, de apenas 17 anos, estar ao lado de seus ídolos, como Gabriel, é uma emoção muito grande. "Tudo está acontecendo no momento certo. O Gabriel é um exemplo para mim e, de repente, estou aqui do lado dele dentro de campo. Uma felicidade muito grande. É demais!", disse o ainda tímido garoto, cuja multa rescisória é de R$ 300 milhões.

Reinier brilhou contra o Avaí - Alexandre Vidal / Flamengo
Reinier brilhou contra o Avaí
Antes deste jogo, Reinier já tinha participado parcialmente de outros dois jogos, mas esta foi realmente sua primeira chance desde o início, como titular. "Entrei em campo muito calmo, porque todos os companheiros me ajudaram, ninguém me cobrou nada. Pelo contrário, só recebi incentivo, o que é importante para quem está começando", concluiu.

A jovem promessa recebeu a chance porque a diretoria não o deixou se apresentar à seleção de base, mesmo porque tem o também atacante Bruno Henrique na seleção principal, convocado por Tite. Mas, agora, Reinier passa a ser uma opção real ao técnico português Jorge Jesus nas ausências de outros jogadores como Bruno Henrique e Arrascaeta.

GABIGOL
O matador Gabriel continua em estado de graça, tanto que abriu o placar num chute cruzado com a perna direita, que não é o seu forte. Mas continua humilde em suas declarações.

"Esta grande fase minha, com tantos gols, é a grande fase de todo o time, do trabalho da comissão técnica e de todo staff do clube", resumiu. Ele é o artilheiro isolado do Brasileirão, com 15 gols, além de liderar a artilharia nacional na temporada, agora com 29 bolas na rede.

O artilheiro tem razão ao comentar o trabalho coletivo da equipe. Um exemplo é o meia Everton Ribeiro, que já deu 12 assistências para gols na temporada.

"O mais importante é vencer. Não me importo de não marcar gol, desde que o Flamengo vença", completou.