Libertadores: Abel ressalta entrega do Flamengo em classificação sofrida

O time carioca segurou o empate sem gols com o Peñarol e avançou para as oitavas de final

por Agência Futebol Interior

Campinas, SP, 08 (AFI) – Após o empate sem gols com o Peñarol e a classificação para as oitavas de final da Libertadores, o sentimento no Flamengo era de alívio. O técnico Abel Braga, criticado nas últimas semanas pelo desempenho da equipe, ressaltou a entrega dos jogadores, que seguraram o resultado mesmo após a expulsão de Pará no segundo tempo.

“Esta partida fica memorável para nós porque tivemos consciência do grau de importância que foi. Minha equipe está conseguindo os resultados pelo sacrifício e superação. Esses atletas querem ter algo a mais. Acima da capacidade técnica que eles têm, eles querem buscar esse algo a mais”, analisou.

No entanto, Abel admitiu que faltou pontaria para finalizar com qualidade as chances criadas, especialmente no primeiro tempo, quando Gabriel perdeu dois gols de frente com o goleiro adversário. Na segunda etapa, Vitinho também desperdiçou chance incrível.

“Espero que na próxima fase eles consigam dar mais, como foi no primeiro tempo, e que façam mais gols”, disse o treinador.

EXEMPLO NA CHAMPIONS
O treinador lembrou ainda a classificação de Tottenham, de Maurício Pocchetino, e Liverpool, de Jurgen Klopp, para a final da Liga dos Campeões, fazendo um paralelo com a sua própria situação no Flamengo.

“Na final da Champions League vai ter dois técnicos que nunca ganharam nada, mas um está no clube há quatro anos e outro há cinco. Isso não acontece no futebol brasileiro”, disse.