Carioca: Após golaço de bicicleta, Diego fala em 'fazer história' no Flamengo

Mesmo com o carinho da torcida, o meia prefere manter os pés no chão

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 03 (AFI) - Diego saiu de campo ovacionado neste domingo. O meia que ficou muito próximo de ser negociado com o Orlando City, dos Estados Unidos, já fala em ‘fazer história’ no Flamengo. Foi dele o gol de bicicleta que encaminhou a goleada por 4 a 0 pra cima da Cabofriense e agitou a torcida no Maracanã. O camisa 10 reconhece que foi a melhor atuação coletiva do elenco na temporada, que segue invicto com quatro vitórias e um empate.

“Acredito que sim. E teria que ser também, né? Porque eu acho que a gente tinha que evoluir. Com o tempo nós vamos nos conhecendo melhor, fisicamente vai melhorando também... hoje não estava tão quente igual das últimas vezes.

Tudo isso influencia. Gramado muito bom e nós temos que evoluir. Apesar da vitória estamos felizes, mas essa evolução tem que continuar, porque as dificuldades vão ser cada vez maiores”.

PÉS NO CHÃO
Mesmo com o carinho da torcida, Diego prefere manter os pés no chão: “Eu tô no meio da minha trajetória com essa camisa e eu espero que, quando eu acabar, eu deixe alguma coisa para a história. Mas nesse momento eu não consigo ter noção.

Eu quero trabalhar e alcançar os objetivos com o clube para no final fazer esse balanço”. O meia que chegou em 2016 tem 120 jogos com a camisa do Flamengo e 34 gols marcados.

Após golaço de bicicleta, Diego fala em 'fazer história' no Flamengo
Após golaço de bicicleta, Diego fala em 'fazer história' no Flamengo

CONCORRENCIA É BOM

O jogador que já foi capitão e titular absoluto do Flamengo, hoje tem a concorrência direta de Arrascaeta, contratado por quase R$ 70 milhões do Cruzeiro:

“A concorrência faz parte dos grandes clubes e quanto mais opções você tem melhor, sem dúvida nenhuma. Uma dor de cabeça saudável para o treinador (Abel Braga). Mas é claro que quem tem que ganhar com isso é o Flamengo e até agora isso tem acontecido”.

O uruguaio também marcou e ainda iniciou a jogada que acabou com o gol de Bruno Henrique, no finalzinho.

ÍDOLO PORTUGUES
Com 33 anos, Diego ainda revelou ter se inspirado no português Cristiano Ronaldo na comemoração do gol:

“Sem duvida o Cristiano é uma inspiração para todo profissional, né? Por tudo que ele faz... Mas eu tô feliz aqui e tudo que acontece comigo aqui (Flamengo), independente da proporção, é sempre muito especial, né? Nesse estádio, com essa camisa.

Eu fico muito feliz de ter conseguido a vitória, ter feito um gol como esse, ter ajudado a equipe... mais um dia para entrar na minha história com o Flamengo”.

VANTAGEM NAS SEMIFINAIS
O time vai jogar nas semifinais da Taça Guanabara no fim de semana, em data a ser definida, diante do Fluminense. Por ter melhor campanha, o Flamengo jogo pelo empate neste jogo único para avançar à decisão do primeiro turno do Carioca.

O objetivo é chegar à final contra o vencedor de Vasco x Resende. A decisão também será em jogo único, com o campeão garantindo vaga nas semifinais do Estadual e com vantagem do empate.