Guerrero, do Flamengo, é parado em blitz e é impedido de dirigir no Brasil

O jogador ainda não sabe o que será de seu futuro, já que está punido por doping

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 13 (AFI) - Guerrero não está passando por uma boa fase. Apesar de ter conseguido a liberação para disputar a Copa do Mundo, não fez um grande torneio, foi preterido por Ricardo Careca em jogos importantes e ainda não sabe se poderá voltar a defender o Flamengo no Brasileirão. Em meio a tudo isso, acabou perdendo a carta de motorista após ter passado por uma blitz seca.

O jogador foi parado na última terça-feira, na Rua Mário Ribeiro, na Gávea, por volta das 23h e se recusou a fazer o bafômetro. Para piorar, a carta do jogador estava vendida. Sendo assim, ele terá que ficar um ano sem dirigir no Brasil para passar por uma reciclagem.

Guerrero estava com a carta de motorista vencida
Guerrero estava com a carta de motorista vencida
Sem saber como será seu futuro – ele precisará cumprir mais seis meses de suspensão por doping -, Guerrero já foi substituído no Flamengo. O time carioca contratou Fernando Uribe, jogador com passagens pelo futebol colombiano e mexicano, para a vaga do peruano.

Guerrero está perdendo a melhor fase do Flamengo nos últimos anos. O Mengão é o líder isolado do Brasileirão, com 27 pontos, quatro a mais do que o Atlético Mineiro, segundo colocado.

 
 
" />