CAS marca audiência sobre caso de doping de Guerrero para 3 de maio

A Agência Mundial Antidoping (Wada) fez uma solicitação à CAS para que a pena de Guerrero seja ampliada para pelo menos um ano

por Agência Estado

Campinas, SP, 13 - A Corte Arbitral do Esporte (CAS, na sigla em inglês) confirmou nesta sexta-feira que vai avaliar no dia 3 de maio, em Lausanne, na Suíça, os recursos relativos à suspensão imposta ao atacante peruano Paolo Guerrero por caso de doping registrado no ano passado.

A Agência Mundial Antidoping (Wada) fez uma solicitação à CAS para que a pena de Guerrero seja ampliada para pelo menos um ano - contando com o período da pena já cumprida. Caso o apelo seja atendido, o peruano ficará fora da disputa da Copa do Mundo da Rússia.

Por outro lado, Guerrero também apelou à CAS para anular sua pena, que foi reduzida de um ano para seis meses pela Comissão de Apelação da Fifa em dezembro do ano passado.

Assim, o jogador ficaria livre para atuar pelo Flamengo já no início do Campeonato Brasileiro - a atual pena se encerrará apenas em maio.

ENTENDA

Guerrero testou positivo para benzoilecgonina, um metabólito da coca ou da cocaína, no dia 5 de outubro do ano passado. O jogador disse, na ocasião, que consumiu um chá contaminado com folhas de coca em hotel no Peru, quando ficou hospedado com a seleção de seu país, na véspera da viagem para a Argentina, para confronto pelas Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo.

 
 
" />