Libertadores: Sem mistério, Flamengo joga no Equador para recuperar pontos perdidos

O técnico Paulo César Carpegiani sabe da necessidade de um resultado positivo para recuperar os pontos perdidos no empate da estreia

por Agência Estado

Rio de Janeiro, RJ, 14 - O Flamengo entra em campo nesta quarta-feira, diante do Emelec, em busca de sua primeira vitória na edição de 2018 da Copa Libertadores. Mesmo atuando no estádio George Capwell, em Guayaquil, no Equador, o técnico Paulo César Carpegiani sabe da necessidade de um resultado positivo para recuperar os pontos perdidos no empate da estreia, em casa, com o River Plate.

O próprio Carpegiani ressaltou a "obrigação de vencer" do Flamengo, justamente pelos pontos perdidos na estreia. Em 2017, a equipe acabou eliminada ainda na primeira fase por não pontuar fora de casa. Na ocasião, somou nove pontos no Rio, enquanto sequer conseguiu um ponto longe de sua torcida.

O técnico Paulo César Carpegiani sabe da necessidade de um resultado positivo para recuperar os pontos perdidos no empate da estreia
O técnico Paulo César Carpegiani sabe da necessidade de um resultado positivo para recuperar os pontos perdidos no empate da estreia
"A Libertadores é um campeonato à parte, jogos difíceis dentro e fora de casa. Tivemos uma estreia em que fomos prejudicados, mas já passou. Temos um duelo com uma boa equipe, com a obrigação de vencer", declarou o treinador.

Campeão da Taça Guanabara, o Flamengo perdeu apenas duas vezes na temporada, para Fluminense e Macaé - esta no último sábado -, ambas com o time reserva. Por isso, Carpegiani aposta na manutenção dos titulares para superar o Emelec no Equador e confirmou uma escalação sem surpresas para o confronto.

Do time considerado titular, apenas duas baixas. Réver, ainda contundido, segue fora e dará lugar a Rhodolfo. No meio-campo, Jonas ocupará a vaga do suspenso Cuéllar. Muito se falou da possibilidade da entrada do volante Willian Arão na vaga de um dos quatro meias - Lucas Paquetá, Everton, Éverton Ribeiro e Diego -, para tornar o setor defensivo mais seguro, mas, até pela necessidade de vencer, Carpegiani manterá o esquema ofensivo.

Na última atividade antes do confronto, o treinador fechou a entrada da imprensa no treino de terça-feira, no estádio do Barcelona de Guayaquil. Mas foi apenas para impedir a análise do rival, uma vez que ele próprio confirmou a escalação sem alterações.

EMELEC COM FORÇA MÁXIMA
Do outro lado, o Flamengo encontrará um Emelec em grande fase, que venceu as quatro primeiras partidas e lidera o Campeonato Equatoriano. Na Libertadores, também conseguiu um bom resultado na estreia ao empatar por 1 a 1 com o Independiente Santa Fe, mesmo atuando na Colômbia.

Para o confronto desta quarta, o time equatoriano espera poder contar com o retorno do zagueiro Jorge Guagua, que se recupera de problemas musculares. Se não atuar, ele deverá dar lugar a Francisco Silva.

 
 
" />