Flamengo 1 x 1 Fluminense - E não foi bom para ninguém...

Resultado manteve o Flu ameaçado pela degola e o Fla longe do G4

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 12 – Com dois tempos bastante iguais, Flamengo e Fluminense fizeram um jogo aberto, com direito a gol contra bizarro de Pará, e acabaram empatando por 1 a 1, no início da tarde desta quinta-feira, no Maracanã, no Rio de Janeiro, pela 27ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado, no final das contas, não foi bom para ninguém. O Flamengo segue no G7, mas com 40 pontos, fora da zona de classificação direta para a Libertadores. O Fluminense, por outro lado, está na parte debaixo, com 32 pontos, um ponto do primeiro time dentro da zona de rebaixamento.

Nos dois tempos, o Fluminense usou os minutos iniciais para buscar o gol e teve êxito abrindo o placar no começo da segunda etapa com ajuda de Pará, que cortou cruzamento contra a própria meta. O Flamengo, por sua vez, teve Guerrero em campo por cerca de 35 minutos no segundo tempo, mas foi pobre na criação, chegando apenas em jogadas aéreas. Foi justamente desta forma que saiu o gol de empate com Réver.

DISPUTADO...

O jogo era carregado de expectativa antes da bola rolar pela necessidade de vitória dos dois times. Pressionado pela zona de rebaixamento, o Fluminense começou pressionando e obrigou Diego Alves a fazer duas boas defesas com apenas cinco minutos.

Na primeira, Scarpa arriscou de fora da área e o camisa 1 da Gávea espalmou para longe. Logo na sequência, Marcos Guilherme recebeu dentro da área e finalizou rasteiro cruzado. Alves caiu bem e defendeu, tirando do alcance de Henrique Dourado.

O tempo foi passando e o Flamengo conseguiu equilibrar suas ações. Apesar do crescimento, os rubro-negros só chegaram em jogadas de bola, sentindo bastante o desfalque do meia Diego.

Réver e Everton Ribeiro assustaram o goleiro Diego Cavallieri depois de cobranças de faltas laterais. Aos 34 minutos, porém, em meio a uma pequena blitz, Réver criou a principal chance de gol, carimbando a trave em bate-rebate.

Antes de ir para o intervalo, o Fluminense resolveu acordar e voltar a fazer Diego Alves a trabalhar em cabeçada de Henrique Dourado.

GOLS E...

O segundo tempo teve o mesmo roteio do primeiro. O Fluminense repetiu a estratégia de pressionar nos minutos iniciais e conseguiu abrir o placar aos seis minutos, em falha do lateral Pará. Após contra-ataque, Henrique Dourado recebeu pela esquerda e cruzou rasteiro. No meio da área, o lateral flamenguista tentou fazer o corte, mas fuzilou Diego Alves e fez a alegria da torcida tricolor.
Em busca do resultado, o Flamengo cresceu após tomar o gol. Com as entradas de Guerrero e Arão, a equipe ganhou profundidade no campo de ataque, mas seguiu levando perigo apenas em cruzamentos. Autor do gol que levou o Peru para a repescagem para a Copa do Mundo, Guerrero tirou tinta da trave em cabeçada. No jogo aéreo, portanto, veio o empate. Aos 24 minutos, depois de cobrança de falta de Everton, Réver, livre de marcação, testou firme para o fundo das redes.

Os rubro-negros tentaram aproveitar o bom momento e encontraram espaços no lado esquerdo da defesa do Fluminense para chegar ao gol. Após boa jogada individual, Everton cortou o marcador dentro da área, mas no momento da tomada de decisão, escorregou e perdeu boa chance. No final, os dois times trocaram ataques, se precipitando em alguns momentos, e o empate persistiu.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times voltam a campo no domingo, às 17 horas. O Fluminense recebe o Avaí, novamente no Maracanã, enquanto o Flamengo visita a Chapecoense, na Arena Condá, em Chapecó.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
27ª rodada
Data
12/10/2017
Horário
17h00
Local
Maracanã - Rio de Janeiro ()
Árbitro
Luiz Flavio de Oliveira - SP

Renda
R$ 1.240.835,00
Assistentes
Danilo Ricardo Simon e Miguel Cataneo Ribeiro - SP

Público
32.747 pagantes (38.629 total)
Cartões Amarelos
Flamengo-RJ: Berrío, Lucas Paquetá
Fluminense-RJ: Marcos Junior, Reginaldo

Gols
Flamengo-RJ: Réver 23' 2T
Fluminense-RJ: Pará 7' 2T (contra)
Flamengo-RJ
Diego Alves;
Rodinei (Guerrero), Réver, Juan e Pará;
Rômulo (Willian Arão), Márcio Araújo (Trauco) e Everton Ribeiro;
Berrío, Lucas Paquetá e Everton
Técnico: Reinaldo Rueda
Fluminense-RJ
Diego Cavalieri;
Lucas, Reginaldo, Gum (Nogueira) e Marlon;
Richard, Douglas, Sornoza e Gustavo Scarpa (Peu);
Marcos Júnior (Romarinho) e Henrique Dourado
Técnico: Abel Braga