Técnico de time do Brasileirão não resiste a mau resultado e deixa o comando

Treinador entrou em comum acordo com a diretoria e ambos decidiram que era hora de trocar o comando

por Agência Futebol Interior

Rio de Janeiro, RJ, 27 (AFI) - A pressão por resultados e a má campanha do Flamengo no Brasileirão faziam com que a cabeça do técnico Rogério Lourenço estivesse a prêmio. O empate por 0 a 0 com o Atlético-MG no Maracanã foi a gota d'água para a diretoria do clube e o treinador não comanda mais o rubro-negro.

Em reunião com Zico, diretor-executivo do futebol do clube, Rogério Lourenço e o Galinho chegaram à conclusão que não havia mais clima e nem condições para bancar a permanência do treinador no cargo. Assim, a saída de Lourenço foi de comum acordo com a cúpula do time da Gávea.

Os dirigentes do clube cogitam ainda manter Lourenço no clube, mas em outra função. O agora ex-técnico do Flamengo assumiu a equipe logo após a derrota do time na final da Taça Guanabara, para o Botafogo. Logo em seu primeiro jogo no comando, enfrentou e bateu o Corinthians por 1 a 0 pelas oitavas-de-final da Libertadores.

À frente da equipe, o treinador conseguiu eliminar o Timão, mas caiu logo nas quartas da competição, sendo eliminado pelo semifinalista Universidad de Chile-CHI. No Brasileirão, conquistou cinco vitórias, seis empates e cinco derrotas, deixando o Mengão no décimo lugar.

Toninho Barroso vai dirigir interinamente o Flamengo no domingo, no jogo diante do Guarani, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro.