Série B: Lateral não chega a um acordo de renovação e deixa o Figueirense

Inscrição dele na Série B do Campeonato Brasileiro já havia sido retirada pelo próprio Figueirense

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 06 (AFI) - O lateral-esquerdo Sanchez não faz mais parte do elenco do Figueirense. O jogador de 25 anos tinha contrato com o clube catarinense até 31 de dezembro de 2020 e não chegou a um acordo para a renovação do vínculo. A inscrição dele na Série B do Campeonato Brasileiro já havia sido retirada pelo próprio Figueirense.

"Foi uma surpresa muito grande (a retirada da inscrição). Uma surpresa negativa para mim, pois eu realmente não esperava. Por mais que estivesse lesionado, em nenhum momento chegaram para mim explicando a situação. (...) Esperava algo mais transparente. Mas, de qualquer maneira, não fica mágoa. Por mais que tenha acontecido isso, o Figueirense é um clube que tenho muito carinho", disse Sanchez.

Sanchez deixa o Figueirense. (Foto: Patrick Floriani/FFC)
Sanchez deixa o Figueirense. (Foto: Patrick Floriani/FFC)
LESIONADO!

A medida foi tomada enquanto o jogador se recuperava de uma inflamação no adutor e reto abdominal. O atleta não tinha previsão de retorno aos gramados, mas teve recuperação intensificada e, desde o final de novembro, já estava treinando com o elenco. Mesmo assim, ele teve a inscrição retirada e não entrou mais em campo.

Sanchez chegou ao Figueirense vindo direto da Europa, após duas temporadas seguidas pelo Arouca, de Portugal. Ao todo, Sanchez fez 17 partidas com a camisa alvinegra em 2020, sendo 16 como titular.

ANO DE SANCHEZ!

Iniciou a temporada com a camisa do clube como titular sob o comando de Márcio Coelho no Campeonato Catarinense, mas chegou a perder espaço na pré-pandemia. Após a paralisação, voltou como titular da lateral esquerda. Foram 8 jogos neste período.

Sob comando de Elano, Sanchez manteve a condição de titular e iniciou nove das 17 partidas em que o segundo comandante esteve à frente da equipe, até ter uma inflamação no adutor e reto abdominal, no dia 17 de outubro.

Voltou a treinar no dia 28 de novembro, já fora da Série B e com o técnico Jorginho no comando. Desde então, realizou atividades e treinou normalmente com o elenco.

DESFALQUE E VOLTAS!

Além de Sanchez, o Figueirense não terá o atacante Alecsandro, que recebeu o terceiro cartão amarelo, no duelo contra o CSA nesta sexta-feira, às 21h30, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 33ª rodada.

O zagueiro Guilherme Thiago e o atacante Diego Gonçalves, em compensação, cumpriram suspensão na derrota para o Oeste, por 2 a 1, na última rodada, e ficam à disposição, assim como o zagueiro Alemão, o volante Geovane, o meia Dudu e o atacante Geovane Itinga - todos liberados pelo departamento médico.

Já o técnico Jorginho segue fora, em quarentena por causa da Covid-19. As atividades têm sido comandadas pelo técnico Julian Tobar e o analista de desempenho Lucas Matheus.
Na beira da zona de rebaixamento, o Figueirense tem os mesmos 35 pontos do Náutico, mas leva vantagem no saldo de gols (-6 contra -9).