Catarinense: Falta de ritmo preocupa técnico do Figueirense para as quartas

"Apesar disso, ele ressaltou que "todos os times vão entrar nas mesmas condições, então quem se adaptar melhor sairá vencedor"

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 08 (AFI) - A maior preocupação do técnico Márcio Coelho para o retorno do Figueirense é a falta de ritmo. Apesar do bom tempo de preparação, a equipe volta a campo em um jogo decisivo e 'sem tempo para errar'. Nesta quinta-feira, às 15h, o Figueirense visita o Juventus no Estádio João Marcatto, em Jaraguá do Sul (SC), pelo jogo de ida das quartas de final do Campeonato Catarinense.

FALTA DE RITMO

"A maior preocupação é a falta de ritmo e como os jogadores vão responder a essa sequência de jogos. Nós tentamos simular isso nos treinos, mas é sempre diferente. T

ivemos um bom tempo para trabalharmos e todos os times vão entrar nas mesmas condições, então quem se adaptar melhor sairá vencedor", cravou.

Foto: Matheus Dias/FFC
Foto: Matheus Dias/FFC

SEM TEMPO PARA ERRAR

O comandante também avaliou o bom tempo que teve para treinar e está confiante na classificação à semifinal.

"Foi um longo período (sem jogos), mas a preparação foi boa dentro do quadro que a gente se encontra.

Conseguimos trabalhar, sempre progredindo. Já vamos começar a competição sem tempo para errar, pois são eliminatórias.

Respeitamos o Juventus, mas acho que a gente chega preparado para fazer um bom confronto e passar para a semifinal", avaliou Márcio Coelho.

JOGOS DIFÍCEIS

Apesar da confiança, o técnico do Figueirense espera um confronto muito difícil. "Espero um confronto duríssimo, não só no nosso duelo, mas em todos. Tínhamos um cenário onde Brusque vinha em ascensão e o Avaí com elenco muito qualificado. Mas com essa parada, coloca todos em igualdade. Espero uma dificuldade grande", projetou.

TREINAMENTOS

O elenco do Figueirense realizou os últimos trabalhos sob chuva na manhã de quarta-feira. Márcio não divulgou a escalação, mas revelou que tem partida contra o Fluminense, quando a equipe venceu por 1 a 0, na Copa do Brasil, como parâmetro a ser buscado.

Os atacantes Gabriel Lima e Keké foram contratados para a sequência da competição, mas chegaram um pouco depois nos treinamentos. Regularizados, estão à disposição do treinador, mas devem iniciar no banco de reservas.

O zagueiro Victor Oliveira também passa a estar à disposição após se recuperar de lesão ainda na pré-temporada.

FIGUEIRENSE: Sidão, Lucas, Rony, Pereira, e Brunetti; Arouca, Patrick, Elyeser e Marquinho; Everton Santos e Pedro Lucas. Técnico: Márcio Coelho.