Clube da Série B lança cartilha para saúde mental dos jogadores durante a quarentena

Psicóloga Josielly Pinheiro Westphal já trabalha com os times do profissional e das categorias de base

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 25 (AFI) - O Figueirense não só fez uma cartilha de treinos para os jogadores, como também lançou uma para a saúde mental. O clube catarinense pediu ajuda à psicóloga Josielly Pinheiro Westphal para ajudar os atletas durante a quarentena do COVID-19.

Em campo, o Figueirense se classificou com a terceira melhor campanha do Campeonato Catarinense e, agora, pegará o Juventus nas quartas de final. As datas e os horários ainda serão anunciados pela Federação Catarinense de Futebol (FCF). O Estadual também está paralisado.

Confira, abaixo, as orientações da psicóloga do Figueirense:

EMOÇÕES!

Em momentos de insegurança e incerteza, onde pouco ou nada sabemos sobre o que nos aguarda nos próximos dias, é comum a oscilação de humor e o aparecimento de sinais de ansiedade. Procure identificar a natureza das suas emoções e a intensidade das mesmas. Caso considere que seus recursos internos estão insuficientes para lidar com a situação, peça ajuda às pessoas que estão com você ou procure auxílio profissional.

ROTINA!
Praticamente tudo ao nosso redor fugiu do nosso controle, mas é importante que nosso cérebro mantenha algum tipo de constância nas atividades. De preferência, estabeleça horários no seu dia, organize sua rotina alimentar e coloque limite no tempo que vai gastar com redes sociais.

Mente sã. (Foto: Patrick Floriani/FFC)
Mente sã. (Foto: Patrick Floriani/FFC)
FILTRE INFORMAÇÕES!

Juntamente com a pandemia, vivemos a “infodemia”, que é um excesso de informações referentes ao Covid-19. Selecione as informações que você irá absorver, bem como as que irá compartilhar.

VÍNCULOS
Momentos de crise são ótimas oportunidades para compreendermos e valorizarmos a importância das pessoas que nos cercam. Aproveite a oportunidade para conhecer melhor as pessoas que vivem com você. Utilize as redes sociais para continuar mantendo contato com as pessoas que você ama, mas que nesse momento, estão longe. Isolamento social não é isolamento emocional, você pode e deve continuar conversando com as pessoas.

PAUSA!
Tire um tempo para meditar, relaxar, orar (independentemente de sua crença) e conectar-se com as suas emoções e sentimentos. Lembre-se que seu cérebro não diferencia o que está acontecendo na realidade daquilo que você está só imaginando ou prevendo. Então, alimente-o com bons pensamentos e informações. Evite os pensamentos negativos e catastróficos, eles não irão solucionar nada, muito pelo contrário.

BONS HÁBITOS!
Você terá mais tempo disponível, aproveite para desenvolver um hábito ou tirar um projeto do papel. Ter menos tempo ocioso ajudará você a manter a sua saúde mental.

DIÁRIO DE GRATIDÃO!
Ainda que estejamos vivendo tempos difíceis, todos temos muitos motivos para sermos gratos. Faça uma lista diária daquilo que você deseja agradecer e leia quando estiver sentindo-se triste e sem esperança.

ESPERANÇA!
É um período difícil, mas perder a fé não o tornará mais fácil. Mantenha a sua espiritualidade, ouça canções inspiradoras, leia livros sobre superação de momentos de crise, assista filmes e séries que reacendam a sua fé.

FAÇA O MELHOR!
Evite cobranças em excesso e não descuide da sua saúde. Agora, mais do que nunca, você precisa ter bons hábitos. Por fim, não se sinta sozinho, a luta é de todos nós.