Figueirense 2 x 2 CRB - Sem W.O, mas jejum do Figueira segue

Torcida não deixou de apoiar os jogadores e criticou bastante os dirigentes do Figueira

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 24 – Depois do W.O tomado no meio de semana, o Figueirense manteve a má fase na Série B do Campeonato Brasileiro. No reencontro com a torcida após o episódio, o time catarinense ficou no 2 a 2 contra o CRB, no Orlando Scarpelli, em Florianópolis, pela 18ª rodada.

O resultado aumentou o jejum de vitórias do Figueirense na Série B. A última vitória foi apenas na nona rodada – 4 a 0 contra o América-MG. De lá para cá, foram quatro derrotas e cinco empates, colocando a equipe em 13º lugar com 21 pontos. O CRB, por sua vez, segue na parte de cima da classificação, em sexto, com 27 pontos.

Apesar de toda polêmica por não ter entrado em campo contra o Cuiabá no meio de semana, o clima foi tranqüilo do Orlando Scarpelli. Os pouco mais de dois mil torcedores apoiaram os jogadores e criticaram a diretoria e a Elephant, empresa terceirizada responsável pela administração da equipe.

“A gente pede desculpa para o torcedor, mas sabemos que nossa atitude foi para melhorar o Figueirense. Para ter o respeito de antes. Vai completar 100 anos e queremos ver o clube bem. Espero que as coisas posssam mudar”, comentou Wilin Popp.

BOM COMEÇO
Quando a bola rolou os oito dias sem treinar do elenco do Figueirense, que fez greve por conta dos salários atrasados, ficaram para trás e o time catarinense foi para cima do adversário. Um dos líderes do movimento, o volante Zé Antonio levantou a torcida logo aos cinco minutos em cobrança de falta.

Os catarinenses seguiram em cima. Aproveitando os espaços para arriscarem de fora ou levantarem para a área. Foi desta forma, que os donos da casa abriram o placar. Aos 28 minutos, após levantamento da direita, Willian Popp entrou entre os marcadores e desviou de cabeça para o fundo das redes.

GOLAÇO

Na sequência do primeiro tempo, o Figueirense acabou recuando e deu campo para o adversário. Aos 41 minutos, Ferrugem aproveitou o espaço para marcar um golaço e deixar tudo igual. O volante, de muito longe, viu o goleiro adiantado e finalizou firme, encobrindo Elisson.

O Figueirense voltou a pressionar no segundo tempo e voltou a ficar na frente logo aos seis minutos. Após boa jogada de Popp, a bola passa por Rafael Marques e sobra para Felipe Mateus complementar praticamente em cima da linha. A vitória parcial parecia que deixaria as coisas mais tranqüilas para o time catarinense, mas não demorou para o CRB empatar novamente. Aos 16 minutos, após cobrança de escanteio, Léo Ceará apareceu livre para completar para o gol.

NA MESMA...

O empate deixou o jogo aberto. O CRB tentou aproveitar o bom momento, mas Willie emendou para fora após cruzamento rasteiro de Igor. A resposta do Figueirense veio no lance seguinte, em finalização de Betinho que explodiu na trave de Vinícius Silvestre.
O time catarinense ganhou um animo extra nos minutos finais com a expulsão de Daniel Borges e a entrada do atacante Yuri Mamute. Apesar da pressão, o Figueirense não conseguiu mais finalizar e o empate persistiu até o final.

PRÓXIMOS JOGOS

Os dois times voltam a campo na terça-feira, quando a Série B terá rodada completa. O CRB recebe o Bragantino, às 16h30, no Rei Pelé, em Maceió, enquanto o Figueirense visita o Operário, às 20h30, no Germano Kruger, em Ponta Grossa.

Ficha Técnica

Fase
Única
Rodada
18ª rodada
Data
24/08/2019
Horário
19h00
Local
Orlando Scarpelli - Florianópolis (SC)
Árbitro
Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (PB)

Renda
R$ 52.230,00
Assistentes
Daniel Paulo Ziolli (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP)

Público
2.477 pagantes (2.920 total)
Cartões Amarelos
Figueirense-SC: Ruan Renato

Cartões Vermelhos
CRB-AL: Daniel Borges
Gols
Figueirense-SC: Willian Popp 28' 1T, Fellipe Mateus 6' 2T
CRB-AL: Ferrugem 41' 1T, Léo Ceará 17' 2T
Figueirense-SC
Elisson;
Victor Guilherme, Ruan Renato, Alemão e Roberto;
Zé Antônio, Betinho (Patrick) e Tony;
Fellipe Mateus (Robertinho), Rafael Marques (Yuri Mamute) e Wilian Popp.
Técnico: Vinícius Eutrópio.
CRB-AL
Vinicius Silvestre;
Daniel Borges, Wellington Carvalho, Victor Ramos e Igor;
Claudinei, Ferrugem (Ewerton Páscoa), Lucas Siqueira (Élton) e Alisson Farias;
Felipe Ferreira (Willie) e Léo Ceará.
Técnico: Marcelo Chamusca.