Série B: Ídolo entrega cargo de gerente e desabafa sobre situação do Figueirense

Fernandes criticou a atual gestão e disse que, ao invés de melhorar, a situação financeira do clube está piorando

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 10 (AFI) - Maior artilheiro da história do Figueirense e um dos principais ídolos da torcida, Fernandes surpreendeu a todos nesta sexta-feira ao entregar o cargo de gerente de futebol, função que exercia desde o início de 2018.

Após pendurar as chuteiras em 2013, Fernandes foi chamado em agosto de 2017 para coordenar o núcleo de inteligência de futebol, assumindo a gerência logo depois. Tudo isso aconteceu a convite do grupo de investidores que assumiu o clube há quase dois anos.

Em tom de desabafo, o ídolo alvinegro falou que sua saída é para ligar o sinal de alerta para torcedores e conselheiros. Fernandes acredita que o modelo de clube-empresa é interessante, mas a atual gestão só está piorando a situação financeira do Figueirense, que já era bastante delicada.

O ídolo Fernandes entregou o cargo de gerente de futebol no Figueirense (Foto: Luiz Henrique/Figueirense)
O ídolo Fernandes entregou o cargo de gerente de futebol no Figueirense (Foto: Luiz Henrique/Figueirense)
"É uma situação que eu pensei muito. Estou tomando a decisão com coração. Voltei com o projeto da empresa em 2017 acreditando como todo torcedor, mas infelizmente as coisas não estão acontecendo. O clube já vivia um caos, uma situação financeira horrível e está piorando. A minha responsabilidade sempre foi e sempre será com a torcida do Figueirense", afirmou Fernandes.

O TIME!
Alheio a toda essa polêmica, o técnico Hemerson Maria comandou o último treinamento antes do jogo de sábado contra o Sport nesta sexta-feira no Centro de Treinamento do Náutico. A partida é válida pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

O treinador fez mistério em relação a escalação, mas indicou que deve manter o time que terminou o jogo contra o São Bento, quando o Figueirense empatou por 2 a 2, no Orlando Scarpelli. As alterações devem ser as entradas de Alemão, Brunetti e Matheuzinho nos lugares de Kauê, Matheus Destro e Jean, respectivamente.

Assim, o provável Figueirense para esse jogo é: Denis; Pereira, Alemão, Ruan Renato e Brunetti; Zé Antônio, Tony, Fellipe Mateus e Matheuzinho; João Diogo e Rafael Marques.