Série B: Presidente se defende das críticas e promete reforços no Figueirense

Cláudio Honigman garantiu que os salários estão em dia e segue focado em levar o clube à elite do Brasileirão

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 13 (AFI) - Na semana passada, o ídolo Fernandes deixou a gerência de futebol do Figueirense disparando críticas a atual gestão e pedindo mudanças. Por isso, o presidente Cláudio Honigman concedeu um pronunciamento nesta segunda-feira garantindo que a empresa Elephant vai continuar administrando o clube.

A empresa chegou ao Figueirense em 2017 com contrato de 20 anos, podendo ser renovado por mais 15. Se defendendo das críticas, Cláudio Honigman disse que os salários estão em dia desde que assumiu a presidência e que tudo vem sendo organizado para o pagamento das pendências trabalhistas.

O presidente Cláudio Honigman disse que reforços devem chegar no Figueirense (John Leo/Figueirense)
O presidente Cláudio Honigman disse que reforços devem chegar no Figueirense (John Leo/Figueirense)
"Acho que tenho feito um bom trabalho, estou colocando tudo em dia. Desde o primeiro dia o que fiz foi cumprir com tudo o que prometi, transparência no pagamento das contas, salários em dia. Pela primeira vez sentamos com as autoridades e estamos organizando o pagamento e todas as pendências tabalhistas nesse clube. Uma coisa que nunca foi feita", disse o mandatário.

REFORÇOS
Além de se defender, Cláudio Honigman revelou que reforços vão desembarcar no Orlando Scarpelli nos próximos dias e que, apesar do início ruim na Série B, o objetivo é conquistar o acesso à elite.

"Nós vamos lutar para a Série A, tem reforços chegando nos próximos dias. Estamos construindo um time para disputar a Série B e ter o acesso à elite, que é a nossa meta desde o começo", finalizou Honigman.

Com os bastidores pegando fogo, o Figueirense volta a campo já nesta terça-feira, contra o Brasil de Pelotas, às 21h30, no Orlando Scarpelli, pela quarta rodada. Até aqui, o time de Hemerson Maria tem três empates em três jogos.