Preparadores físicos do Figueirense pregam maior paciência com recém-contratados

Médicos analisaram situação dos laterais Wallace e Alemão Teixeira e do atacante William Popp

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 07 (AFI) – Há dois anos sem atuar, Wallace Oliveira, lateral-direito do Figueirense, segue sendo uma incógnita nas escalações do clube. Em entrevista coletiva, os preparadores físicos do Figueirense, Alexandre Souza e Betinho Cabral analisaram a situação dos últimos reforços do time, mais especificamente os laterais Wallace e Alemão Teixeira e o atacante William Popp, este que já estreou.

“O Wallace está treinando à parte e é uma situação bem diferente dos outros contratados. Ele está ainda no término de uma cirurgia que fez no final do ano passado, a segunda seguida em dois anos. É uma cirurgia um pouco complicada. Então ele ficará por um tempo no departamento médico, mas é difícil prever, até porque ele está há dois anos sem jogar”, afirmou Alexandre Souza.

Figueira se prepara para duelar com o Hercílio Luz
Figueira se prepara para duelar com o Hercílio Luz
“Os que chegaram um pouco mais tarde terão um pouco mais tempo para se preparar. O Alemão terá um tempo a mais sim. O diferencial do William Popp é que ele já está um pouco além fisicamente, então é esperado que atinga esse nível mais cedo”, completou Betinho.

Wallace assinou pré-contrato com o Figueirense e está utilizando as instalações do clube para se recuperar. Enquanto trabalha para ter todos à disposição, o time de Santa Catarina segue focado no estadual, do qual é líder, com 14 pontos. O Figueirense volta a campo no próximo sábado, às 17h, para enfrentar o Hercílio Luz no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

 
 
" />