Série B: Após novo tropeço casa, Milton Cruz não é mais técnico do Figueirense

Treinador sofria com a pressão da torcida e não resitiu à derrota por 2 a 1 para o CSA em casa

por Agência Futebol Interior

Florianópolis, SC, 10 (AFI) - Milton Cruz não é mais técnico do Figueirense. Após a derrota por 2 a 1 para o CSA em casa, no último sábado, a diretoria anunciou nesta segunda-feira o desligamento do treinador, mas também informou que ele foi convidado a permanecer no clube no cargo de manager. O auxiliar Ivan Izzo e o preparador físico José Mário Campeiz saem em definitivo.

Quanto ao convite de continuar em outra função, sugestão do presidente Claudio Vernalha, Milton respondeu negativamente, já que sua vontade é voltar ao mercado para dar sequência à carreira de treinador.

“Mesmo tendo recebido um convite para mudar de função, eu decidi seguir na carreira como técnico, fiz todos os cursos da CBF e vou seguir meu caminho, quero permanecer como treinador”, afirmou.

Antes da derrota para o CSA, o Figueirense não perdia há quatro jogos na Série B. No meio da sequência, até venceu por 1 a 0 o clássico com o Avaí , mas empatou dois jogos, um deles em casa contra o Brasil de Pelotas. O desempenho atual jogando no Orlando Scarpelli, inclusive, é um dos fatores que criou uma forte pressão da torcida sobre o treinador.
Foto: Luiz Henrique / Figueirense
Foto: Luiz Henrique / Figueirense


ÚLTIMA VITÓRIA

A última vitória do time como mandante foi no dia 24 de julho, por 2 a 1, sobre o Vila Nova.

Depois disso, foram quatro partidas em casa, com dois empates e duas derrotas. Milton deixa o time catarinense na oitava colocação, com 38 pontos, a quatro do quarto colocado Goiás, último time dentro da zona de classificação, com 42.

BOM RETROSPECTO
Contratado em agosto de 2017, o técnico evitou o rebaixamento do Figueirense no ano passado e começou bem a atual temporada, com o título do Campeonato Catarinense. Em 68 jogos, venceu 31, empatou 21 e perdeu 16, com aproveitamento de 55,88%.

 
 
" />