Ferroviária-SP 3 x 1 Cabofriense-RJ - Locomotiva faz bonito para o novo treinador

Paulo Roberto Santos acompanhou a vitória que coloca o timem grená na vice-liderança do Grupo A7

por Agência Futebol Interior

Araraquara, SP, 14 (AFI) - Sob olhares do técnico Paulo Roberto Santos, a Ferroviária fez bonito e ganhou da Cabofriense, por 3 a 1, na noite desta quarta-feira, na Arena Fonte Luminosa, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro da Série D.

A Locomotiva chegou aos 11 pontos e assumiu a vice-liderança do Grupo A7, atrás apenas do Bangu, que tem 14 e está invicto. Já a Cabofriense estacionou nos nove e caiu para a sexta colocação, mas com a mesma pontuação do quarto colocado FC Cascavel.

QUANTA EMOÇÃO
Logo no primeiro minuto, a Cabofriense teve a chance de abrir o placar quando o árbitro assinalou pênalti. Mas Saulo defendeu a cobrança de Mascote. E o erro acabou custando caro, pois a Ferroviária, depois de assustar com Tiago Marques, marcou aos nove.

Ferroviária levou a melhor sobre a Cabofriense (Foto: Jonathan Dutra/Ferroviária SA)
Ferroviária levou a melhor sobre a Cabofriense (Foto: Jonathan Dutra/Ferroviária SA)

Branquinho mostrou oportunismo ao aproveitar rebote do goleiro e não desperdiçou. A Locomotiva continuou em cima e quase ampliou em chute de Tiago Marques de fora da área.

Depois de um início movimentado, a partida ficou bastante truncada, com faltas e cartões amarelos. A Cabofriense teve uma grande chance de empatar no final do primeiro tempo, mas Vander soltou a bomba em cima do goleiro Saulo.

GOL LÁ E CÁ
A Cabofriense assustou no primeiro lance do segundo tempo. Natan arriscou e Saulo espalmou pela linha de fundo. Depois do susto, a Ferroviária passou a valorizar a posse da bola, mas acabou sofrendo o empate aos 23 minutos.

O zagueiro Fellipe cobrou falta com perfeição e mandou no ângulo de Saulo, que dessa vez nada pôde fazer. Mas a alegria da Cabofriense durou apenas quatro minutos. Fellipe Mateus recebeu na marca do pênalti e bateu tirando de George.

Aos 31, Hygor invadiu a área, passou pelo goleiro e ampliou a vantagem da Ferroviária. A Cabofriense se lançou toda ao ataque para tentar diminuir, mas não conseguiu furar a forte marcação da Locomotiva.

PRÓXIMOS JOGOS
Os dois times voltam a campo no próximo sábado, às 15 horas, pela sétima rodada. A Ferroviária faz o confronto direto pela liderança com o Bangu, no Estádio Moça Bonita, no Rio de Janeiro, enquanto a Cabofriense recebe o lanterna Toledo, no Alair Corrêa, em Cabo Frio.

Ficha Técnica

Fase
Primeira Fase
Rodada
6ª rodada
Data
14/10/2020
Horário
19h00
Local
Arena Fonte Luminosa - Araraquara (SP)
Árbitro
Roger Goulart (RS)

Assistentes
Gustavo Rodrigues de Oliveira (SP) e Leandra Aires Cossette (SP)

Cartões Amarelos
Ferroviária-SP: Max, Nando Carandina, Matheus Salustiano
Cabofriense-RJ: Lucas Cunha, Mascote, Natan

Gols
Ferroviária-SP: Branquinho 9' 1T, Fellipe Mateus 27' 2T, Hygor 31' 2T
Cabofriense-RJ: Fellipe 23' 2T
Ferroviária-SP
Saulo;
Lucas Mendes, Matheus Salustiano, Max e Bruno Recife;
Nando Carandina (Felipe Sampaio), Dener, Tony e Fellipe Mateus (Ian Luccas);
Tiago Marques (Hygor depois Dudu Vieira) e Branquinho (Joninha).
Técnico: Léo Mendes
Cabofriense-RJ
George;
Rhuan (Erick Bahia), Lucas Cunha (Pedrinho), Fellipe e Juninho;
Feitosa (Campestrini), Wander, Magal (Larusso) e Jobert;
Mascote e Natan.
Técnico: Toninho Andrade