Série D: Ex-Sport e Juventude, atacante reestreia e arranca elogios na Ferroviária

Mesmo tendo ficado fora dez meses de fora dos gramados, o atacante foi um dos destaques no empate sem gols com o Cianorte-PR

por Agência Futebol Interior

Araraquara, SP, 18 (AFI) - A temporada de 2018 não foi das melhores para o atacante Hygor, que ficou boa parte do ano no Departamento Médico tratando de uma lesão no joelho e agora, na Série D do Campeonato Brasileiro, ele busca dar a volta por cima e ajudar a Ferroviária na briga pelo acesso.

Mesmo tendo ficado fora dez meses de fora dos gramados, o atacante foi um dos destaques no empate sem gols no jogo de ida da segunda fase contra o Cianorte-PR e foi bastante elogiado. Além disso, ele falou da sensação de voltar a atuar bem.

Hygor reestreou pela Ferroviária
Hygor reestreou pela Ferroviária
"Confesso que é um momento que eu vinha buscando já faz algum tempo. O último jogo que eu tinha jogado oficialmente foi em agosto do ano passado, então eu estava um pouco ansioso para essa partida. Fiquei feliz em poder voltar a atuar, ainda mais nessa fase, onde enfrentamos um excelente adversário, que sabemos da qualidade da equipe e também do treinador. O confronto está em aberto, vamos ver o que temos para melhorar durante essa semana para trazer a classificação para Araraquara" disse Hygor, em entrevista à Rádio Cultura de Araraquara, parceira do Futebol Interior.

COMANDANTE DE OLHO
A Ferroviária volta a campo no próximo domingo (23) dessa vez no Paraná, no Estádio Albino Turbay, às 16h, e precisa, necessariamente, vencer para avançar na Série D. Por conta disso, o técnico Vinicius Munhoz disse contar com o jogador para a sequência da competição nacional e também na Copa Paulista.

"O Hygor é um jogador muito identificado com a Ferroviária e tivemos um cuidado muito grande para que ele conseguisse se recuperar de uma lesão difícil, então decidimos que era necessário ter prudência. Agora, com ele melhor, entendemos que era o momento e dentro das suas características, ele nos deu uma boa resposta. Ele é um jogador muito agressivo, teve vantagem em cima do seu marcador em muitos momentos, cavou faltas, é um jogador muito insinuante, que tem muita força no setor ofensivo. Acredito que ele precisa de mais tempo de jogo e a tendência é que ele melhore cada vez mais e nos ajude nos próximos jogo" afirmou o comandante.