Várzea? Sem grana e sem esperança, time capixaba ameaça deixar estadual

São Mateus deve dispensar o elenco e dar adeus ao torneio nos próximos dias

por Agência Futebol Interior

São Mateus, ES, 14 (AFI) - Em apenas cinco rodadas, o Campeonato Capixaba pode perder um de seus participantes, não por rebaixamento, mas sim por desistência. Isto porque o São Mateus confirmou que por falta de verba pode deixar de disputar a edição 2018 do estadual.

Na tarde desta quarta-feira, o presidente da equipe, Girley Oliveira, concedeu uma entrevista coletiva para afirmar que o clube passa por grave crise financeira e não deve entrar em campo já no final de semana contra a Desportiva, pela sexta rodada do Capixaba.

"Nós já estamos com uma folha salarial vencida. Algumas despesas extras como supermercado e farmácia, tudo vencido. E não temos recursos financeiros para saldar. A gente deve protocolar a desistência do clube do Campeonato Capixaba neste final de semana", comentou o mandatário, falando do mês de salário atrasado e das dívidas com fornecedores.

A desistência do São Mateus, no entanto, não deve sair barata. Isto porque o Regulamento Geral do Campeonato Capixaba prevê que o clube que desistir após a tabela ter sido publicada - caso do Pitbull do Norte - , a será excluído por dois anos de qualquer competição organizada pela Federação de Futebol do Espírito Santo.

O São Mateus é o lanterna do Campeonato Carioca com apenas um pontos em cinco jogos. A equipe perdeu seu treinador, Fabrício Carvalho, ex-volante de Vasco e Bahia, após derrota no último final de semana. Caso desista mesmo da competição, a equipe será derrotada por W.O (desistência) nas próximas quatro rodadas.

Fundado em 1963 através de um time formado apenas por seminaristas formados da Congregação Mariana, tendo por primeiro nome Associação Atlética Paroquial, o time disputou seu primeiro estadual apenas em 1976. Com tradição em campeonatos amadores e categorias de base, a equipe foi duas vezes campeão estadual (2009 e 2011) e vice outras quatro vezes, entre 1994 e 1999.

Apesar de garantir vaga na Série D do Campeonato Brasileiro, o Campeonato Capixaba é um dos de menor expressão na lista de estaduais do Brasil. Bastante ligado ao Rio de Janeiro, o Estado teve representatividade nacional apenas na década de 1990 com Rio Branco e Desportiva Ferroviária. A última vez que o um time do Estado esteve na Série B foi em 2001 (Serra).

 
 
" />