Presidente do Barcelona detona ex-Grêmio por ausência nos treinamentos

Arthur já se acertou com a Juventus para a próxima temporada

por Agência Estado

São Paulo, SP, 01 - O presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, não gostou das decisões do meiocampista brasileiro Arthur de não voltar aos treinos junto com a equipe e pedir para adiantar a rescisão de contrato com o clube espanhol.

Arthur será jogador da Juventus na próxima temporada, já que foi envolvido pelo time catalão em uma troca pelo bósnio Pjanic. No entanto, a temporada do Barcelona ainda não está finalizada, já que o clube joga pela Liga dos Campeões.

"O que Arthur fez é falta de respeito por seus companheiros de equipe, porque o time quer ir bem na Liga dos Campeões. E também pelo clube. Não é lógico que, disputando um título tão importante, um jogador decida sair. É injustificável e totalmente incompreensível", criticou Bartomeu em entrevista ao jornal espanhol Sport.

Arthur parou de ir treinar no Barcelona por conta própria
Arthur parou de ir treinar no Barcelona por conta própria
NÃO FOI AUTORIZADO
Segundo o mandatário, ninguém do clube autorizou Arthur a ficar sem treinar.

"Ele não apareceu do retorno das mini-férias. É um ato inaceitável de indisciplina e é por isso que abrimos uma medida contra ele, porque não há argumento para justificar sua ausência. Ele ligou e disse: 'Eu não voltarei, ficarei no Brasil'. A decisão é dele. Ninguém lhe deu permissão", afirmou.

BARÇA TEM DESFALQUES
O Barcelona voltou aos treinos na última terça, visando a partida contra o Napoli, que ocorrerá em 8 de agosto.

A equipe não poderá contar com Busquets e Vidal, suspensos, na partida, mas ainda assim Arthur acredita que não será utilizado pelo técnico Quique Setién, e, por isso, pediu a seus advogados para entrar em contato com Eric Abidal, secretário técnico do Barça, para pedir a rescisão adiantada.

Arthur não joga desde que assinou com a Juventus. O contrato do brasileiro com o novo clube será válido a partir de setembro de 2020.